PORTAL DEMOCRACIA
Manchete

Zé Trovão, apontado como líder da greve dos caminhoneiros, se entrega à PF

ze trovao

O caminhoneiro Marcos Antonio Pereira Gomes, mais conhecido como Zé Trovão, se entregou nesta terça-feira (26), à Polícia Federal em Joinville, Santa Catarina. O bolsonarista, que estava com a prisão decretada há dois meses, havia fugido para o México desde setembro, na tentativa de obter asilo político.

Zé Trovão teve sua prisão preventiva decretada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, acusado de ser um dos responsáveis pela organização dos atos antidemocráticos para o 7 de setembro, em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Zé Trovão se entrega à Polícia Federal

zé trovão
Zé Trovão faz vídeo no Telegram, onde avisa que vai se entregar à Polícia Federal. | Foto: Reprodução Telegram

Conhecido como líder dos caminhoneiros no Brasil – embora a categoria não seja unânime com relação ao título – Zé Trovão teve conversas gravadas antes dos atos do feriado, onde faz ameaças ao STF e articula  greves de caminhoneiros com o objetivo de parar o País. O caminhoneiro estava foragido desde o anúncio de sua prisão.

Em seu canal no Telegram,  Zé Trovão postou um vídeo, onde fala sobre se entregar, porque “jamais iria abandonar o povo brasileiro”. Ainda afirma não saber quanto tempo irá passar no cárcere, mas que “tudo isso é pelo Brasil, é por cada ser humano e cidadão de bem.”

“Neste dia 26 de outubro de 2021 eu me entreguei, me apresentei à Justiça brasileira porque como diz o nosso hino ‘verás que um filho teu não foge à luta’, eu jamais iria abandonar o povo brasileiro. Quando eu saí do Brasil, eu saí para continuar falando, e motivando cada um dos senhores brasileiros de bem a lutar por uma nação justa, digna e plena. Nós sabemos que viver não é fácil. Viver não é fácil. O mundo é cheio de obstáculos, mas existem coisas que podem ser melhores. E é por isso que eu luto,” disse Zé Trovão, no vídeo postado no Telegram.

Em nota publicada pelo UOL, os advogados de defesa informam que Zé Trovão se entregou espontaneamente e que ele está está ao dispor da Justiça para provar sua inocência. Na sequência, a defesa formulará pleitos de liberdade.” A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) e outros bolsonaristas chegaram a fazer um pedido de habeas corpus para o caminhoneiro na última semana, que foi rejeitado pelo ministro do STF, Edson Fachin.

Related posts

Tiroteio em universidade da Alemanha deixa um morto e três feridos

Rafaele Oliveira

MST faz tuitaço contra reintegração de posse do Acampamento Marielle Vive

Rafael Bruza

Bolsonaro leva Maurício Souza ao cercadinho; atleta cogita ser candidato em 2022

Rafael Bruza

Leave a Comment