PORTAL DEMOCRACIA
Cultura

Warner compra todo catálogo musical de David Bowie

bowie warner

Foi anunciado, nessa segunda-feira (03), que todo o catálogo musical de um dos maiores gênios da história da música foi vendido. Segundo informou a própria Warner Chappell Music, todas as músicas do “camaleão do rock” foram adquiridas pela gravadora estadunidense por mais de US$ 250 milhões (aproximadamente R$ 1,6 bilhão). Recentemente, outros catálogos musicais de ícones da música foram vendidos. Bob Dylan, no ano passado, vendeu seu catálogo para a Universal Music por cerca de US$ 300 milhões.

Durante sua prolifica carreira que durou quase 50 anos, Bowie explorou diversas sonoridades e facetas musicais, sempre se reinventando. O acordo inclui os 26 álbuns de estúdio gravados pelo britânico que contêm alguns de seus maiores hits como: “Space Oddity”, “Changes”, “Life on Mars?”, “Ziggy Stardust”, “Starman”, “Rebel Rebel”, “Fame”, “Young Americans”, “Heroes”, “Ashes to Ashes”, “Modern Love”, “Let’s Dance”, “Where Are We Now ?”, e “ Lazarus”. Os dois álbuns de estúdio do Tin Machine, banda de Bowie do começo dos anos 2000, também está incluso. Além disso, singles, trilhas sonoras e outros projetos agora pertencem a Warner Chappell Music.

Guy Moot, CEO da Warner Chappell Music falou sobre a compra durante o anúncio: “Todos nós da Warner Chappell estamos imensamente orgulhosos de que os representantes da propriedade de David Bowie nos escolheram para ser os zeladores de um dos catálogos mais inovadores, influentes e duradouros em história da música. Estas não são apenas canções extraordinárias, mas marcos que mudaram o curso da música moderna para sempre“.

bowie vende warner
Bowie como Aladdin Sane, um de seus alter egos (Brian Duffy/Duffy Archive & The David Bowie Archive)

Moot ainda adicionou: “A visão e o gênio criativo de Bowie o levaram a ir além do limite, liricamente e musicalmente – escrevendo canções que desafiavam as convenções, mudavam a conversa e se tornavam parte do cânone da cultura global. Seu trabalho abrangeu grandes sucessos pop e aventuras experimentais que inspiraram milhões de fãs e incontáveis ​​inovadores, não apenas na música, mas em todas as artes, moda e mídia. Estamos ansiosos para cuidar de seu conjunto incomparável de canções com paixão e cuidado, enquanto nos esforçamos para construir sobre o legado deste ser humano mais extraordinário”.

Warner já controlava parte do catálogo de Bowie

O acordo da Warner Chappell Music vai de encontro com o anúncio realizada em setembro do ano passado que garantia ao grupo os direitos das músicas que Bowie gravou entre 2000 e 2016. Anteriormente, a Warner já era dona do que o músico fez entre 1968 e 1999, pois compraram a Parlophone, antiga gravadora do artista. Outro álbum que passa a estar sob controle da Warner é o homônimo de 1967, que não pertencia a Parlophone.

Com essa nova compra, a Warner se torna dona de todo o trabalho do músico.

Related posts

“Não olhe para cima”: personagens são comparados a figuras brasileiras

Rafaele Oliveira

Isaac Bardavid, dublador, morre aos 90 anos no Rio

João Baricatti

Lollapalooza: Festival anuncia programação da edição 2022!

João Baricatti

Leave a Comment