PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Manchete Pandemia Saúde

Vacina brasileira contra a covid-19 é aplicada em voluntário na Bahia

vacina brasileira

A vacina 100% brasileira contra a covid-19, cujo nome técnico é RNA MCTI CIMATEC HDT, foi aplicada nesta quinta-feira (13) em um voluntário em Salvador, Bahia. A vacinação aconteceu em um evento na sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Cimatec), que conduz a pesquisa do novo imunizante, em parceria com a HDT Bio Corp, dos Estados Unidos e com a RedeVírus do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

A vacina brasileira está na fase 1 do estudo clínico aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), quando são realizados testes em seres humanos. Segundo informações apuradas pela CNN Brasil, nesta etapa são avaliados a segurança, a capacidade de indução da resposta imunológica e também as possíveis reações adversas.

“Vamos agora medir a resposta imunológica específica e avaliar a imunidade celular dos participantes”, explicou o médico Roberto Badaró, responsável pela pesquisa e pelo desenvolvimento da vacina brasileira, durante o evento.

vacina brasileira
Vacina brasileira contra a covid-19 é aplicada pela primeira vez em um voluntário na Bahia. | Foto: Neila Rocha (ASCOM/SEAPC/MCTI)

Devem participar da fase 1 do estudo 90 voluntários, que serão divididos em três grupos. O primeiro receberá duas doses da vacina brasileira, com intervalo de 29 dias. O segundo grupo receberá duas doses, mas com intervalo de 57 dias. Já o terceiro grupo receberá uma dose única da vacina. Desta forma, será avaliada a dose mais segura e efetiva contra o SARS-CoV-2.

Ainda de acordo com a CNN, a previsão é de que os testes de fase 2 contem com 400 voluntários e os da fase 3, de 3 mil a 5 mil pessoas. Durante o evento onde ocorreu a primeira aplicação da vacina brasileira, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse que, a longo prazo, o imunizante nacional poderá contribuir para a autossuficiência do país em relação ao suprimento de doses de vacinas contra a covid-19. O ministro fez questão de exaltar o papel da ciência nos avanços que vemos atualmente.

“Nos momentos mais difíceis da humanidade, a ciência foi lá para resgatar a humanidade. Estamos vivendo um momento desses e vendo a importância da ciência, de cada pesquisador, de cada laboratório, para que a gente tenha resultados que nos tirem dessa situação de pandemia e que nos ajude a recuperar economicamente o país”, disse Pontes.

Related posts

Deltan Dallagnol: aumento de patrimônio e possível filiação ao Novo

João Baricatti

Italiana que se passou por Alessandra Ambrósio fez reforma completa na casa com golpe em jogador

Rafael Bruza

Rogério Carvalho, Bruno Salles, Antônio Neto e Fábio trad abordam Ciro Gomes, CPI, Pec dos Precatórios no Despertador

Bruna Pannunzio

Leave a Comment