PORTAL DEMOCRACIA
Fake News Manchete tecnologia

Twitter Omisso: usuários exigem denúncia de fake news; MPF oficia rede

twitter omisso

A hashtag Twitter Omisso entrou para os assuntos mais comentados nesta quinta-feira (06). Criado pela Sleeping Giants Brasil, uma organização liberal de ativistas digitais que combate discursos de ódio e desinformação, a tag substitui a anterior #TwitterBrasilApoiaFakeNews e já tinha mais de 12 mil tweets, até a conclusão desta matéria.

Os usuários do Twitter Brasil cobram que a plataforma disponibilize um canal para denunciar postagens contendo fake news sobre a pandemia de covid-19. Após a repercussão da hashtag, o Ministério Público Federal (MPF) enviou nesta quinta-feira um ofício à empresa, exigindo esclarecimentos sobre a ausência de um canal de denúncias.

MPF oficia o Twitter Brasil para esclarecer a ausência de canais para denúncia de fake news

No documento, o procurador da República, Yuri Corrêa da Luz, solicita que o Twitter Brasil explique porquê usuários de outros países possuem opção para denunciar conteúdos falsos e os do Brasil, não. Além disso, questiona se providências estão sendo tomadas para que tal funcionalidade seja disponibilizada aos brasileiros.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, a empresa tem um prazo máximo de dez dias úteis para responder aos questionamentos. O ofício também pede que o Twitter Brasil informe quais são os critérios para conceder verificação a usuários. Solicita também que a empresa indique se, entre os parâmetros, está ou não o eventual envolvimento do usuário na veiculação de desinformações sobre temas relacionados à saúde pública.

Related posts

Vazamento de dados do PIX devem acontecer com “alguma frequência”, diz Campos Neto

João Baricatti

“Que Deus perdoe ele de todas as maldades que cometeu”, diz filha de Olavo de Carvalho

Rafael Bruza

Com 5 congoleses mortos no Brasil em 6 anos, Embaixada do Congo cobra explicações do Brasil

Rafael Bruza

Leave a Comment