PORTAL DEMOCRACIA
Internacional Manchete Política Saúde

Trump é vaiado ao dizer que tomou 3ª dose da vacina contra covid-19

trump

Durante entrevista ao programa History Tour, apresentado pelo jornalista Bill O’Reilly, no último domingo (19), o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revelou que foi vacinado com a terceira dose contra a covid-19. A declaração arrancou vaias de apoiadores de Trump, presentes na plateia.

Donald Trump é vaiado ao dizer que tomou dose de reforço da vacina contra covid-19

Essa é a primeira vez que Trump declara publicamente ter recebido a dose de reforço da vacina contra a covid-19, depois de ficar conhecido por espalhar fake news sobre a imunização. Questionado pelo apresentador se tinha recebido a dose de reforço, o ex-presidente não hesitou e respondeu com um categórico “sim”.

Com a resposta, Trump foi alvo de vaias do público presente na gravação. Ao perceber os escárnios, o ex-presidente reagiu com: “Oh não, não, não”, acenando com o braço e apontando para as pessoas na plateia: “É um grupo muito pequeno ali.” Confira o registro do momento:

Além de revelar ter recebido a terceira dose da vacina contra a covid-19, durante o programa, Donald Trump também admitiu que, se não fossem as vacinas, os Estados Unidos estariam “muito mais devastados do que estão agora”. Também elencou alguns feitos de seu mandato como presidente.
“Nós fizemos algo que é histórico. Juntos, salvamos 10 milhões de vidas. Não eu, nós. Tivemos uma vacina pronta em menos de nove meses, era para levar de 10 a 12 anos. Por causa dessa vacina, milhões de pessoas foram salvas. Se não fosse a vacina, o país estaria muito mais devastado do que está agora”, afirmou o ex-presidente.
donald trump rede social
O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, foi vaiado ao dizer que tomou 3ª dose da vacina contra covid-19. | Foto: Agência Brasil

Donald Trump, de 75 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19 em janeiro deste ano, quando ainda estava na Casa Branca. No entanto, a informação só foi revelada em março, por um assessor. Trump e sua esposa, Melania, foram diagnosticados com covid-19 em outubro de 2020. O ex-presidente chegou a ficar internado. Quando recebeu alta, ele disse que estava imune à doença, no entanto, estudos comprovaram que é possível contrair covid-19 mais de uma vez.

Related posts

Márcio França diz que ação da polícia contra ele é política: “Não tenho medo de ameaças ou de chantagem

Rafael Bruza

Especialistas reagem a fala de Bolsonaro sobre Aids e vacina contra a covid; Facebook apaga live

Rafael Bruza

Eleições 2022: Em um mês, Lula cresce 10 pontos entre evangélicos

Rafaele Oliveira

Leave a Comment