PORTAL DEMOCRACIA
Brasil

Tiago Leifert volta a responder Ícaro Silva, se diz atacado e nega pedido de desculpas

tiago-leifert-volta-a-responder-icaro-silva-se-diz-atacado-e-nega-pedido-de-desculpas

Após ter uma discussão pública sobre o Big Brother Brasl (BBB) com o ator da TV Globo Ícaro Silva na semana passada, o apresentador Tiago Leifert decidiu publicar um vídeo de 8 minutos nesta segunda-feira (27) em que se diz atacado por internautas e nega pedido de desculpas.

O apresentador inicia o vídeo explicando que precisou de uns dias para se “acalmar”,

“Esses últimos dias foram importantes para esfriar a temperatura e para eu me acalmar, porque eu achei que eu tinha escrito algo super óbvio, uma constatação simples até sobre como as coisas funcionam, mas o que eu disse foi jogado para um lugar que não é meu, catapultado para lugares que eu desconheço e não foi o que eu falei. E vocês que me seguem sabem que não foi o que eu falei, mandaram mensagem”, afirma.

Na sequência, Leifert se diz atacado e cita um problema pessoal que ainda não foi revelado em público.

“Eu fui atacado por causa da minha religião, eu fui atacado por causa da minha família, e eu não fiz isso em nenhum momento. Eu não ataquei a família de ninguém, a índole de ninguém nem a trajetória de ninguém. Por último, nesse delírio que aconteceu nos últimos dias, no último parágrafo de uma carta que foi escrita pra mim, tripudiam um problema pelo qual eu tô passando que nem eu tô preparado pra falar”, diz Leifert no vídeo.

O apresentador ootou por não renovar o contrato que tinha com a Rede Globo e terminou no último dia 23. Ele pediu dispensa antecipada do comando do programa da emissora, The Voice Brasil, para tratar de problemas pessoais.

Na carta aberta publicada no último dia 22, Ícaro Silva cita que Leifert está lidando com problemas pessoais.

“No geral, soube que você está lidando com questões pessoais. Desejo luz e proteção na tua vida, de verdade, e acho que seria importante focar aí na ‘interrupção ao seu sossego’. Vai firme e feliz ano novo”, afirmou o ator.

No vídeo, Leifert afirma que ficou transtornado com a declaração,.

“Aquilo me tirou de giro de um jeito que eu não sabia que era possível. Fiquei transtornado com aquela última parte, então vou ignorar”, argumentou.

O apresentador segue o vídeo dizendo que a mensagem não era um pedido de desculpas, mas uma lamentação.

“Se você se feriu com o que eu falei, eu lamento para caramba porque não foi a minha intenção. Mas esse não é um pedido de desculpas, tá? Eu só lamento mesmo, fico triste. Quando eu disse e estava bem claro. Vamos voltar ao cerne da questão… ‘Provavelmente ajudamos a pagar o seu salário’, eu errei. Não é provavelmente, nós ajudamos a pagar o seu salário, o seu, o do Boninho, o meu, o do Luciano Huck, o do Mion, o de todo mundo ali. Assim como o trabalho de todo mundo da Globo, atores, atrizes, técnica, maquiagem, camareiros, figurino, comercial, jurídico ajudava a pagar o meu salário, porque eu saí”, declarou ele.

Leifert também questiona o principal ponto de suas falas anteriores contestado por Ícaro Silva: a fala de que o BBB e a Rede Globo pagam o salário dele.

“Eu não consigo ver onde está a ofensa numa constatação simples dessa, de saber que o nosso trabalho, todo mundo junto, um ajuda a pagar o salário do outro. Não consigo. Se pegar isso que eu falei e transformar em qualquer outra coisa, eu não vou acompanhar, eu não vou até lá porque não foi isso que eu falei”, acrescentou Leifert.

O apresentador ainda afirma que se revoltou por ver um colega de emissora criticando o reallity.

“Então, quando eu acordo e vejo fogo amigo, porque não é uma pessoa de uma outra emissora, não é um filósofo que eu não tenho nada a ver… é um colega, que está ali no estúdio do lado e que poderia, sim, estar no camarote. […] Ele desdenhando do nosso trabalho dessa forma, chamando de bosta e de medíocre, é óbvio que eu reagi. E reagiria de novo”, explicou.

Ele também comenta que ficou “pistola” com o “fogo amigo” de Ícaro.

“Durante esse tempo todo, a equipe do Big Brother, as pessoas lá perderam parentes, perderam amigos, teve gente que teve de sair por dois, três dias enlutado para enterrar um parente e voltar para trabalhar. E aí quando eu acordo e vejo fogo amigo de novo, um colega falando que o nosso trabalho, ainda mais nesse contexto todo, é uma bosta, e é medíocre, é óbvio que eu fiquei pistola, é óbvio que eu fiquei chateado, é óbvio que eu reagi”, explicou-se.

O ex-paresentador do BBB conclui dizendo que não precisa se defender.

“Pegar isso e transformar numa outra coisa, é de uma maldade impressionante. Eu não preciso me defender de nada. Só vim aqui esclarecer o que eu falei, onde eu tô, e qual o cerne dessa discussão: que é sobre ingratidão, hipocrisia, desrespeitar o trabalho das pessoas”, conclui.

Related posts

Aberta investigação contra PM que imobilizou mulher com bebê no colo

Rafaele Oliveira

Com 5 congoleses mortos no Brasil em 6 anos, Embaixada do Congo cobra explicações do Brasil

Rafael Bruza

Policial que agrediu biomédica participa de nova prisão arbitrária em MG

Rafael Bruza

Leave a Comment