PORTAL DEMOCRACIA
Manchete São Paulo

Tatuzão da Linha 6- Laranja está preso e cheio de esgoto

tatuzão alagado túnel metrô

O “tatuzão”, equipamento usado para fazer a escavacação do túnel da Linha 6- Laranja do metrô está preso e cheio de esgoto. Isso aconteceu após o acidente na obra do Metrô na manhã desta terça-feira (01). O tatuzão, batizado com o nome de Maria Leopoldina, é operado por mais de 40 pessoas e possui até um refeitório.

Segundo a Acciona, concessionária responsável pela obra, o tatuzão estava a 1,8 metro de distância do local que desmoronou. Mesmo não tendo sido a causa direta para o acidente, para o presidente do Instituto de Engenharia de São Paulo, Paulo Ferreira, a trepidação causada pelo tatuzão é uma das hipóteses para o acidente.

Paulo Galli, secretário dos Transportes Metropolitanos, falou sobre a situação do tatuzão: “Obviamente esse tatuzão vai ter que ser todo reformado, já está sendo comprado todo o equipamento, para que a gente possa rapidamente fazer a recomposição do tatuzão para que ele volte a operar.“.

O tatuzão está inundado com a água do esgoto da rede coletora que rompeu e, atualmente, preso no túnel. Ele só vai poder ser devidamente reparado depois da drenagem da água do local, no entanto, não existe previsão para que isso aconteça.

Na manhã daquela terça-feira, o tatuzão seguia o trecho sentido sul, na direção do Rio Tietê, entre as futuras estações Santa Marina e São Joaquim, aproximadamente três metros abaixo do nível da tubulação de esgoto que rompeu e inundou a obra, ao lado do poço de ventilação. Por causa do vazamento, o asfalto da marginal acabou cedendo e abrindo uma cratera na pista  pista local da Marginal Tietê, no sentido Ayrton Senna, entre as pontes da Freguesia do Ó e do Piqueri, na Zona Norte de São Paulo.

A causa exata do rompimento ainda está sendo investigada.

tiete obra marginal acidente metrô
Um buraco se abriu na marginal por causa do acidente (Foto: Reprodução TV Globo)

Acciona vai custear reparação de cratera na marginal

Segundo o governo de São Paulo, a Acciona, a concessionária responsável pelas obras da Linha 6-Laranja do Metrô, vai custear todas as medidas de reparo da cratera que atingiu a Marginal Tietê nesta terça-feira (01).

Ela (Acciona) assumiu a responsabilidade sobre esses custos, sejam eles da obra, sejam eles de recuperação física do espaço, sejam também das medidas que a Prefeitura terá de adotar, ainda que temporariamente, para melhorar o fluxo na região”, afirmou João Doria (PSDB), governador de SP.

Related posts

MP denuncia policiais envolvidos em 1ª execução flagrada por câmeras nos uniformes

Rafael Bruza

Bolsonaro tem suspeita de obstrução intestinal e faz exames em SP

Rafael Bruza

Lenio Streck responde críticas de Moro: “Péssimo exemplo de juiz”

Rafael Bruza

Leave a Comment