PORTAL DEMOCRACIA
Europa Manchete

Supermercados europeus anunciam boicote contra carne brasileira

bois supermercado europa boicote

Cinco redes de supermercados da Europa e uma fabricante de alimentos anunciaram, nessa quinta-feira (16), que não vai mais vender carne bovina brasileira ou qualquer tipo de produto com carne de empresas ligadas à JBS. O anúncio aconteceu por causa de recentes denúncias de destruição da floresta Amazônica.

As redes que anunciaram que vão parar de vender carne brasileira são: as holandesas Ahold Delhaize (que inclui as marcas Delhaize e Albert Heijn) e a Lidl Netherlands (que pertence ao grupo alemão Lidl), a belga Carrefour Belgium (que pertence ao Carrefour), a francesa Auchan e as britânicas Sainsbury’s e Princes Group.

Por mais que o elo entre todas seja não vender mais carne brasileira, o nível de “comprometimento” varia de uma para outra. Por exemplo, a  Lidl afirmou que, a partir do ano que vem, não vende mais carne com origem sul-americana. Enquanto a Delhaize e a Carrefour Belgium não mais vender carne e produtos associados à JBS, como o salgadinho de charque Jack Link’s.

O boicote dos supermercados começou depois que investigações das ONGs Repórter Brasil e Mighty Earth acusaram a JBS de comprar gado que foi criado em área desmatada, dentro de um esquema conhecido como “lavagem de gado”. Nele, os bois são criados em locais desmatados e, só mais velho, é transferido para uma fazenda regularizada, pouco antes do abate.

Em fala à Reuters, a JBS afirmou que conta com tolerância zero com o desmatamento ilegal e que bloqueou mais de 14 mil fornecedores por descumprirem suas normas. De acordo com a empresa, a investigação cita apenas 5 dos 77 mil fornecedores diretos.

carne bovina supermercados boicote
Supermercados europeus anunciaram boicote nessa quinta-feira (16)(Imagem: Reprodução/Rede Globo)

Anúncio acontece um dia depois da China anunciar que voltou a comprar carne brasileira

O comunicado também acontece um dia depois que a China, maior compradora de carne bovina brasileira, anunciou que voltou a importar carne brasileira. A exportação tinha sido interrompida no dia 4 de setembro, depois que dois casos da Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), a “Doença da Vaca Louca”, foram detectadas em dois bovinos brasileiros.

 

Related posts

Saxofonista André Paganelli é encontrado sem vida aos 49 anos

Rafaele Oliveira

Lula diz que vereador do PT errou ao participar de protesto que invadiu igreja

Rafael Bruza

Despertador recebe Frei David, Luiz Pacheco, Alfredo Attié Jr, Renata Bueno e Marcelo Hailer

Bruna Pannunzio

Leave a Comment