PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Manchete

STJ autoriza volta de prisões em regime fechado por dívida alimentícia

stj dívida alimentícia

Nessa segunda-feira (20), a Terceira Turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) entendeu que, com os avanços da vacinação em todo o país e a melhora na questão da pandemia, já pode começar a retomada gradual de casos de regime fechado nas prisões civis por dívida alimentícia. De acordo com o tribunal, prender o devedor em um regime fechado seria uma maneira de obrigá-lo a pagar a prisão alimentícia.

Paulo Dias de Moura Ribeiro, ministro do STJ, falou sobre a questão: “É  importante retomar o uso da medida coativa da prisão civil, que se mostra, sem dúvida nenhuma, um instrumento eficaz para obrigar o devedor de alimentos a adimplir com as obrigações assumidas”. 

Logo no começo da pandemia, em 2020, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) passou a aconselhar que os magistrados do país a avaliarem a possibilidade do pagamento da pena em regime domiciliar, assim, não aumentando o número de pessoas presas em cadeias durante uma pandemia de um vírus que é altamente transmissível em aglomerações. No entanto, Moura Ribeiro afirma que essas ações não se mostraram eficazes.

De acordo com o ministro, ele acatou a recomendação por “por questões humanitárias e de saúde pública”.

dívida alimentícia stj moura ribeiro stj regime fechado
Moura Ribeiro considera que as prisões já podem voltar (Imagem: Flickr)

No entanto, agora com o avanço da vacinação e com a flexibilização cada vez maior do isolamento social, o ministro aponta que não existe justificativa para a suspensão dos regimes fechados  para devedores de pensão alimentícia.

“Assim, deve ser retomado o mecanismo extremo, mais eficaz para forçar o cumprimento da obrigação, de modo a não sacrificar os sujeitos de direito que devem ter seus interesses prioritários preservados”, afirma Moura Ribeiro.

Related posts

Governo Bolsonaro deu sequência ao que fazíamos, diz Temer sobre economia

Rafael Bruza

Alec Baldwin pede arquivamento de processo civil por tiro em set

João Baricatti

Duas vereadoras de extrema-direita abriram a Câmara de POA para extremistas, acusa Leonel Radde

Rafael Bruza

Leave a Comment