PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Pandemia Saúde

São Paulo abre xepa para vacinação infantil

vacina crianças são paulo

A vacinação de crianças com comorbidades de 5 a 11 anos começou em São Paulo. Isso, por si só, já é motivo para se comemorar. Depois de semanas de ações contra o início da vacinação promovidas pelo governo federal, chegando ao ponto de Jair Bolsonaro (PL), o presidente do Brasil, afirmar que não vai vacinar sua filha, ver as crianças tomando vacina é muito bom. E, para melhorar, o governo de São Paulo abriu as inscrições para a “xepa da vacina”.

Todas as crianças de 5 a 11 anos sem comorbidades ou deficiência podem ser inscritas na xepa. A ideia da xepa é fazer com que nenhuma dose seja desperdiçada, já que cada frasco da vacina pode aplicar mais de uma dose. Logo,  a ideia é que nenhuma dose do imunizante pediátrico da Pfizer sobre no fim do dia.

De acordo com o instrutivo divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, cada unidade de saúde deve organizar sua própria lista de espera com crianças que morem ou estudem na região do posto.

Não existe um site centralizado para realizar o cadastro na fila da xepa, então, para cadastrar a criança, é preciso ir até à unidade de saúde mais próxima, apresentar um comprovante de endereço recente e um número de telefone. Esse número será notificado se alguma dose sobrar na unidade de saúde. A residência ou escola da criança (esses dois pontos podem ser usados de referência) deve estar dentro da área de abrangência da unidade de saúde procurada. Você pode conferir a unidade de saúde mais próxima aqui.

Calendário de vacinação de São Paulo

sp calendário vacina
Calendário de vacinação divulgado pelo governo de SP (Foto: Divulgação/ Governo de SP)

Na última sexta-feira (14), o governo de São Paulo anunciou o calendário de vacinação de crianças de 5 a 11 anos. De acordo com o calendário, o objetivo é expandir a vacinação para crianças sem comorbidades a partir da segunda semana de fevereiro.

Confira o atual calendário da vacinação infantil:

  • 14/01 a 10/02: crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, com deficiência, indígenas e quilombolas
  • Segunda semana de fevereiro até o final do mês: crianças sem comorbidades, começando pelas seguintes idades:
    – 11 anos
    – 10 anos
    – 9 anos (parcial)
  • As datas para o início das demais idades não foram divulgadas
  • 2° Dose: intervalo de 8 semanas definido pelo Ministério da Saúde

Related posts

Tiroteio em show de Maiara e Maraisa deixa cinco pessoas feridas

Rafaele Oliveira

Mulher não vacinada chegou da África e testou positivo para covid-19

Rafaele Oliveira

Proteção de dados pessoais agora é direito fundamental

João Baricatti

Leave a Comment