PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Entertainment

Projota diz que se sentiu “totalmente derrotado” após saída do BBB

projota-diz-que-se-sentiu-totalmente-derrotado-apos-saida-do-bbb

O rapper Projota deu uma entrevista ao portal Extra (Grupo Globo) em que faz um desabafo sobre sua vida após a participação no reallity.

“Eu sabia que o ‘Big Brother’ era assim, e não culpo ninguém além de mim. Não consegui entender que o tempo ali não seria suficiente para as pessoas verem que não existem anjos e demônios lá dentro, mas seres humanos. E sou impulsivo demais”, afirma.

Projota deixou o Big Brother Brasil 2” com uma votação que expôs uma rejeição de 91,89%  do público. A taxa foi uma das mais altas da história do programa – apesar de não ter superado a rejeição dos recordistas Viih Tube, Nego Di e Karol Conká.

“Já perdi muito jogo na vida, mas ali veio tudo de uma vez. Perdi a avó por quem fui criado (ela morreu em junho), um cachorro e um gato. Perdi amizades, fãs, contratos e prestígio, perdi boa parte do alicerce que levei 20 anos para construir. Você se sente injustiçado, é como se tivesse passado um furacão”, relata.

Na entrevista, o rapper também relatou que teve dificuldades de escrever músicas após sua eliminação.

“Quando saí da casa, estava ainda com uma energia muito negativa. Eu escrevia e ficava uma coisa meio raivosa, ou muito de coitadinho. Tive que esperar o tempo passar”, relata ele. “Eu estava me sentindo totalmente derrotado. Já tive depressão e posso falar: se não fosse pela minha esposa e pela minha filha, talvez eu não estivesse aqui agora. Mas, depois de tudo, ganhei seguidores, contratos, publicidade, coisas que não aconteciam para mim no rap. Consegui humanizar minha imagem. Dancei axé, me maquiei, brinquei, fiz de tudo e muita gente viu isso. Hoje consigo valorizar o BBB. Quando saí da casa, eu só pensava: ‘Mano, o que é que eu fui fazer lá?’”.

O músico declarou ainda que foi ao reallity show “no momento errado”.

“A depressão é o grande mal que assola a Humanidade, desde antes da pandemia. Ela é um lugar que não tem portas, não tem janelas, não tem um sofá. E como é que você sai dali, desse lugar em que você muitas vezes não sabe que está? A saída está mais para dentro, é quando você olha para o interior de si mesmo”, ensina o rapper. “Isso tem a ver com reality, com internet, com intolerância e com desigualdade social. É importante, por exemplo, que as pessoas cobrem das figuras públicas que elas ajam de uma forma melhor, mas existe um exagero. Eu acho que fui para o ‘Big Brother’ no momento errado”.

Por fim, ele declara que atualmente tem outra perspectiva sobre o BBB.

“Sou do tipo que acompanha o programa pelo Instagram. Não posso dizer que quando começar o BBB22 eu não vou me empolgar e assistir, mas eu acho difícil. Agora tenho outra perspectiva de tudo isso, é impossível julgar alguém. Estou tentando ficar mais equilibrado nesse sentido, porque não dá para não estar nas redes, é o meu trabalho”, finalizou o artista.

Related posts

Juíza não vê ilegalidade na prisão e decreta preventiva de jovem que foi algemado em moto da PM

Rafael Bruza

INEP: Site cai após divulgação dos locais de prova; estudantes reclamam

João Baricatti

Mourão diz que governo não alterou ENEM

João Baricatti

Leave a Comment