PORTAL DEMOCRACIA
Crime Manchete Saúde

Procuradoria denuncia homem por ameaçar diretores da Anvisa em e-mails

Uma investigação da Polícia Federal (PF) concluiu que houve sim crime de ameaça em e-mails enviados por um homem aos cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O remetente se diz contra a vacinação contra covid-19 em crianças.

Segundo informações do G1, a Procuradoria da República no Distrito Federal denunciou o homem à 15ª Vara de Federal de Brasília por crime de ameaça. Agora, cabe à Justiça verificar se há provas suficientes para torná-lo réu e, assim, responder a uma ação penal.

Conforme apurado, no e-mail enviado no dia 28 de outubro – quando apenas adolescentes de 12 a 17 anos  e adultos tinham recomendação para serem vacinados – o homem diz que pretendia retirar o filho da escola, a fim de evitar que ele tenha que tomar uma “vacina experimental”. Além disso, disse que quem atentasse contra a segurança do seu filho, seria morto.

“Deixando bem claro para os responsáveis, de cima para baixo: quem ameaçar, quem atentar contra a segurança física do meu filho: será morto. Isso não é uma ameaça. É um estabelecimento”, diz trecho do e-mail enviado aos diretores da Anvisa.

Related posts

Alemanha elege novo chanceler e “Era Merkel” acaba

João Baricatti

Com covid-19, Aline Campos é criticada ao procurar manicure com a doença

Rafaele Oliveira

Ataque hacker impede SUS de emitir certificados digitais de vacinação

Rafael Bruza

Leave a Comment