PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Pandemia Saúde

Primeiro lote de vacinas para crianças de 5 a 11 anos chega ao Brasil

vacina crianças são paulo

Na madrugada desta quinta-feira (13) chegou ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), o primeiro lote de vacinas da Pfizer, destinada às crianças entre 5 e 11 anos. São 1,2 milhão de doses que, de acordo com informações do Ministério da Saúde, serão distribuídos aos estados na sexta-feira (14). Em São Paulo, a expectativa é que esse público comece a ser vacinado a partir da próxima segunda-feira (17).

Conforme divulgado pela pasta, o Brasil receberá ainda neste mês 4,3 milhões de doses da vacina infantil. A previsão para fevereiro é de mais 7,2 milhões e, em março, 8,4 milhões. Dessa forma, o Brasil deve receber, até o final do primeiro trimestre, cerca de 20 milhões de doses.

Esse número não é suficiente para completar a imunização infantil, que exige duas doses, com intervalo de dois meses entre cada uma. No Brasil, há cerca de 20 milhões de crianças na faixa etária alvo da vacina. Dessa forma, o número ideal de doses deve ser de 40 milhões. Segundo o Ministério da Saúde, foram encomendadas doses suficientes para imunizar o público-alvo.

Em SP, a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos começa na próxima segunda (17)

vacinação das crianças vai acontecer de forma decrescente e priorizará grupos com deficiência permanente ou comorbidades, além das crianças que vivem no lar com pessoas com alto risco de evolução grave de covid-19. As crianças sem comorbidades receberão o imunizante por faixa etária, primeiro as de 10 a 11 anos, seguidas pelas de 8 a 9, 6 a 7 e as de 5 anos serão as últimas a serem vacinadas.

vacina crianças
Vacinação em crianças de 5 a 11 anos começa neste mês e sem prescrição. | Foto: Erasmo Salomao

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos no dia 16 de dezembro, mas só foi liberada pelo Ministério da Saúde em 5 de janeiro, após consulta pública sobre o assunto e na contramão da vontade do presidente Jair Bolsonaro (PL), que se posicionou diversas vezes contra a imunização infantil e declarou que não vacinará sua filha Laura, de 11 anos.

Related posts

Ômicron: EUA vai ampliar a vacinação para barrar nova variante

João Baricatti

Justiça australiana aceita recurso de Nova Djokovic e o libera de detenção

Rafael Bruza

Lima Duarte reage a post de Regina Duarte pró-Bolsonaro: “Não pode acabar assim, Regina!”

Rafael Bruza

Leave a Comment