PORTAL DEMOCRACIA
Europa Manchete

Portugal agora proíbe que chefe entre em contato após expediente

portugal home office

O Parlamento Português aprovou, na última sexta-feira (5), uma série de novas leis que visam regulamentar o trabalho remoto, o famoso home office. O maior destaque dessa nova série de leis, com certeza, fica com a que proíbe empresas de entrarem em contato com seus funcionários após o fim da jornada de trabalho do dia. “É um passo importante. A pandemia mostrou que temos de ter limites”, afirma Ana Maria Mendes Godinho, ministra do Trabalho e Segurança Social de Portugal.

Outro ponto importante que deve ser seguido pelas empresas que optam pelo home office é um “auxílio despesas”. Esse auxílio se refere a um valor x que deverá ser pago a cada funcionário para arcar com custos como os de água, luz e internet, já que são despesas que trabalhadores que trabalham em escritórios tradicionais, não se preocupam.

A determinação indica que, a comunicação, até pode acontecer, mas em casos urgentes e muito específicos, ou seja, ela deve ocorrer apenas em circunstâncias excepcionais, excluindo demandas que poderiam ser passadas no dia seguinte ou em um momento mais apropriado.

Os chefes que não seguirem as novas determinações sofrerão penalidades e terão que pagar multas. No entanto, as novas leis só valem para empresas com mais de dez empregados.

portugal trabalho remoto
O trabalho remoto aumento muito durante a pandemia (Imagem: Reprodução/PxHere)

Novas leis para trabalho remoto em Portugal

As novais leis vêm na esteira do aumento do trabalho remoto no país, em resposta à pandemia do covid-19. Mesmo trabalhando de maneira remota, o time deve fazer um encontro de dois em dois meses, até para manter o contato entre os seus integrantes.

“Consideramos Portugal um dos melhores lugares do mundo para estes nômades digitais e trabalhadores remotos escolherem viver, queremos atraí-los para Portugal”, afirmou a ministra.

Related posts

Ministério da Economia tem debandada de secretários; Bolsonaro diz que Paulo Guedes continua

Rafael Bruza

Na Rússia, Bolsonaro participa de homenagem a soldados comunistas da União Soviética

Rafael Bruza

TSE cassa o mandato do bolsonarista Fernando Franceschini por prática de fake news

Fabio Pannunzio

Leave a Comment