PORTAL DEMOCRACIA
Crime Manchete

Polícia prende suspeito de matar mulher em Itapetininga/SP

susana dias itapetininga

A Polícia Civil de Itapetininga, cidade de São Paulo, prendeu, na noite do último domingo (21), o suspeito de matar Susana Dias Batista, vendedora de 47 anos. Susana tinha desaparecido na última quarta-feira (17), depois de sair para almoçar, com o carro da empresa em que trabalhava. Na quinta-feira (18), seu corpo foi encontrado às margens de uma rodovia, perto de uma mata.

Câmeras de segurança de lojas gravaram o momento em que um homem entrou dentro do carro de Susana. Uma testemunha ajudou a identificar o suspeito como Raimundo Nonato da Silva Pessoa, que foi preso, de maneira preventiva.

Raimundo Nonato confessou o assassinato, mas negou que tenha estuprado Susana. A polícia está investiga o fato, pois ela foi encontrada encontrada seminua, o que, segundo os investigados, pode indicar que Nonato tenha cometido outros delitos.

raimundo assassino susana
Raimundo confessou o assassinato de Susana (Imagem: reprodução/Redes Sociais)

Raimundo atuava como pedreiro e teve sua prisão temporária decretada na última sexta-feira (19). A busca pelo suspeito durou dois dias até que ele foi localizado na Vila Nastri II, bairro de Itapetininga, e preso. Raimundo tentou resistir a prisão, mas logo foi algemado pelos policiais. No local onde foi preso, encontraram a roupa que ele usou no dia do crime, a mesma com que foi filmado pelas câmeras de segurança. Atualmente ele está detido no Centro de Detenção Provisória da região.

O crime

Susana desapareceu na última quarta-feira (17), quando saiu para almoçar. Algum tempo depois, os familiares registraram o desaparecimento dela à Polícia, que iniciou as buscas.

Tainá Cesar, filha de Susana, começou a rastrear o celular da mãe assim que soube do desaparecimento. Dessa maneira, descobriu por onde ela passou e teve acesso as filmagens: “Vi que o sinal do celular da minha mãe indicou que ela passou por uma farmácia e depois por Alambari. Fui até os comércios e pedi as imagens. Consegui vídeos e descobri que minha mãe foi abordada por um homem, ainda na farmácia”. 

No vídeo, é possível ver um homem (Raimundo) se aproximando e entrando no carro de Susana. Em seguida, o carro vai embora. O veículo ainda foi visto por mais uma câmera, cerca de 10 minutos depois, com Raimundo na direção.

O corpo de Susana foi encontrado no dia seguinte (18). Ele foi encontrado por parentes da vítima que ajudavam a polícia nas buscas. O corpo estava às margens da Rodovia Vereador Humberto Pellegrini (SP-268), entre Itapetininga e Alambari (SP).

Segundo relatório da perícia, o rosto de Susana contava com diversos hematomas e ela estava usando apenas as roupas íntimas. A causa da morta ainda está sendo investigada.

Related posts

Programa de Lacombe na RedeTV! pode sair do ar por baixa audiência e faturamento

Rafael Bruza

Covid-19 volta a crescer na Europa e alerta especialistas

João Baricatti

TCU determina que Alvarez & Marsal revele quanto pagou a Moro

Rafael Bruza

Leave a Comment