PORTAL DEMOCRACIA
Brasil

Píton rara, avaliada em R$ 15 mil, é apreendida pela polícia no RJ

píton

Em Nilópolis, município localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, um homem foi preso em flagrante por agentes da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), da Polícia Civil, na última segunda-feira (14), por possuir uma cobra píton amarela rara (também conhecida como birmanesa albina, ou apenas píton albina) em sua casa.

A cobra é considerada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) uma espécie silvestre exótica, com origem na Ásia e na África. Segundo informações do O Globo, são proibidas a importação e a criação do réptil, à exceção de casos autorizados pelo órgão de fiscalização ambiental.

A píton não é venenosa, mas mata se enrolando em sua presa

Embora não seja venenosa, a píton amarela é uma espécie grande e forte, podendo chegar a 10 metros de comprimento e pesar 80 quilos. Ela ataca se enrolando em sua presa, matando-a esmagada. Conforme a reportagem do Globo, uma píton filhote costuma ser comercializada por cerca de R$ 3 mil. Já a serpente adulta pode custar até R$ 15 mil.

píton
A píton amarela que foi apreendida em casa de Nilópolis, Rio de Janeiro. | Foto: Reprodução

Sua pigmentação albina dificulta a camuflagem, o que faz da cobra píton uma presa fácil na natureza. O homem que possuía a serpente em sua casa na Baixada Fluminense foi solto após pagar fiança e deve responder pelo crime de criação de animais silvestres exóticos.

Related posts

Reportagem da Piauí revela abusos de Marcius Melhem; ator nega acusações

Rafaele Oliveira

Justiça condena coronel a pagar R$ 25 mil por ataques homofóbicos contra outro policial

Rafael Bruza

Moradores acusam PM de chacina em São Gonçalo após retirar corpos de mangue

Rafael Bruza

Leave a Comment