PORTAL DEMOCRACIA
Manchete São Paulo

Pista central da Marginal Tietê é liberada após fechamento da cratera

incidente pista marginal tietÊ

Depois do incidente do dia primeiro, a pista central da Marginal Tietê foi liberada para a circulação de automóveis a partir das 17:00 desta quinta-feira (03), logo após a finalização da concretagem da cratera que se abriu ao lado uma obra da Linha 6-Laranja do metrô, na Zona Norte de São Paulo.

Mesmo com a liberação da pista central, a pista local da marginal, que acabou sendo a mais afetada pela cratera, não foi liberada e não tem previsão de liberação.

Em nota, a Secretaria de Transportes Metropolitanos e a Sabesp afirmaram que a circulação pode acontecer normalmente, já que não existe risco para a segurança dos motoristas:

Foi realizada uma análise no local, que demonstrou que foi bem sucedido o trabalho de concretagem da abertura causada pelo acidente ao lado do Poço de Ventilação da Linha-6 Laranja de Metrô e do rompimento da tubulação de esgoto ao lado das obras. Com isso, não será necessária a instalação de estacas para contenção da pista local da Marginal Tietê“, afirma a nota.

Segundo o governo do estado, em breve vão ser instalados tapumes para preservar o local, proteger a população e permitir a limpeza do espaço. Além disso, os tapumes devem ajudar a evitar que motoristas curiosos atrapalhem o trabalho das equipes de manutenção e causem lentidão no fluxo de veículos da via.

cimento cratera brasil são paulo acidente
Cratera já está sendo coberta por cimento (Foto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo)

A cratera foi preenchida com 4 mil m³ de concreto. Para comparação, isso é o equivalente a 650 caminhões betoneira. Além do concreto foram despejados 12 mil m³ de pedras no poço VSE Aquinos, que corresponde a 1,2 mil caminhões basculantes. Isso é o equivalente ao concreto necessário para erguer 6 prédios de 16 andares. Mais de 220 pessoas trabalharam no projeto.

Bolsonaro ironizou incidente: “Transposição do Tietê”

Na última quarta-feira (02), durante conversa com os apoiadores, Jair Bolsonaro (PL), ironizou o incidente, comparando a abertura da cratera e a inundação da obra da Linha 6- Laranja do Metrô com a transposição do Rio São Francisco. “Semana que vem a gente conclui a transposição do São Francisco. Em São Paulo, eu vi a transposição do Tietê“, afirmou Bolsonaro.

Bolsonaro estava em São Paulo na última terça-feira (01), dia do incidente. Durante a viagem, sobrevoou municípios da região metropolitana atingidos pelas chuvas e se reuniu com prefeitos de seis cidades. Ele estava acompanhado de uma comitiva de ministros.

Related posts

Petrobras decide dobrar pagamento a acionistas após lucrar R$ 31,1 bi

Rafael Bruza

Moraes adia em 90 dias inquérito que apura se Bolsonaro interferiu na PF

João Baricatti

Covid: pela primeira vez, mundo registra 1 milhão de casos em 24 horas

João Baricatti

Leave a Comment