PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Saúde

Pesquisa conclui que Viagra pode ajudar a prevenir o Alzheimer

alzheimer

Uma pesquisa feita pelo Instituto de Medicina Genômica da Cleveland Clinic, dos Estados Unidos, concluiu que o Viagra, medicamento indicado para disfunção erétil e hipertensão pulmonar, pode ajudar a prevenir a doença de Alzheimer.

O estudo foi feito com mais de 7 milhões de pacientes e apontou que o Viagra é o remédio mais eficiente na redução da possibilidade de desenvolvimento de Alzheimer, chegando a diminuir em 69% a incidência da doença. As informações foram publicadas na manhã desta terça-feira, pela CNN.

Viagra pode diminuir chance de desenvolvimento de Alzheimer

Os pesquisadores do estudo em Cleveland Clinic, sob liderança do Ph.D Feixiong Cheng,  usaram uma metodologia computacional que mapeia genes e integra dados genéticos e biológicos, para rastrear drogas aprovadas pela agência de saúde dos Estados Unidos, a Food and Drugs Administration (FDA), a fim de validar quais terapias são eficientes no combate à doença de Alzheimer.

Jean Yuan, diretor do programa de Bioinformática Translacional e Desenvolvimento de Medicamentos do National Institute on Aging (NIA), uma agência governamental que financia o programa, disse que “este é um dos muitos esforços para encontrar medicamentos existentes ou compostos seguros disponíveis para outras condições e que seriam bons candidatos para os ensaios clínicos contra a doença de Alzheimer.”
alzheimer
Uma nova pesquisa concluiu que o Viagra pode ajudar a prevenir a doença de Alzheimer. | Foto: Pixabay

A equipe de especialistas identificou o sildenafil, ou Viagra, como eficiente na prevenção de Alzheimer, sendo mais útil do que outros medicamentos usados no tratamento da doença. “O sildenafil, que demonstrou melhorar significativamente a cognição e a memória em modelos pré-clínicos, apresentou-se como o melhor candidato a medicamento”, revelou Cheng.

“Descobrimos que o uso de sildenafil reduziu a probabilidade de Alzheimer em indivíduos com doença arterial coronariana, hipertensão e diabetes tipo 2, todos os quais são comorbidades significativamente associadas ao risco da doença, bem como naqueles sem”, declarouo líder da pesquisa.

Além de prevenir o Alzheimer, os pesquisadores descobriram que o Viagra também pode oferecer soluções para outras doenças neurodegenerativas, como Parkinson e esclerose lateral amiotrófica (ELA).

Related posts

AWS: Falha no Amazon Web Services derruba Ifood, Disney+ e outros sites

Rafaele Oliveira

Candidato de esquerda, Gabriel Boric é eleito presidente do Chile

Rafael Bruza

Em São Paulo, sobe para 31 o número de mortes causadas pelas chuvas

Rafaele Oliveira

Leave a Comment