PORTAL DEMOCRACIA
Jornalismo Manchete

Pedro Eurico, ex-secretário de Justiça, é acusado de violência doméstica

pedro eurico

Em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo, exibido no último domingo (12), a economista aposentada, Maria Eduarda Marques de Carvalho, denunciou o ex-marido, Pedro Eurico, de estupro e violência doméstica. As primeiras denúncias contra o ex-secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco já haviam sido feitas por Maria Eduarda à emissora na terça-feira (07). Após as acusações, Pedro Eurico pediu afastamento da Secretaria de Justiça de Pernambuco.

Em seu relato exclusivo, a ex-esposa de Pedro Eurico contou que vivia uma rotina de violência doméstica em seu casamento de 25 anos com o ex-secretário. Segundo ela, estupros eram recorrentes e as agressões também. “Ele cuspia em mim”, disse Maria Eduarda para a repórter Monica Silveira, do Fantástico.

“Na primeira agressão que eu sofri estava dentro da minha casa. Ele me pegou pela cabeça pelo pescoço, puxou meu cabelo, meteu minha cabeça no armário no quarto e eu cai, desfalecida”, disse Maria Eduarda, ao Fantástico.

Ex-secretário de Justiça e Direitos Humanos do Pernambuco, Pedro Eurico, foi acusado de violência doméstica pela ex-esposa

ex-mulher de pedro eurico
Ex-esposa de Pedro Eurico, a economista aposentada Maria Eduarda Marques de Carvalho, em entrevista ao Fantástico. | Foto: Rrpordução/ TV Globo

As acusações da economista incluem uma série de estupros. “Ele me puxava violentamente, tirava minha roupa violentamente. Eu fazia: ‘mas eu não quero agora, eu não quero’, e ele dizia que dava mais vontade dele ter naquela hora. Eu chorava na hora, durante ato, eu chorava”, revelou, emocionada. De acordo com ela, chegou a registrar nove boletins de ocorrência contra o ex-marido, enquanto estavam casados, mas foi pressionada por ele a retirar todas as queixas.

A defesa de Maria Eduarda afirma que o que ex-secretário foi indiciado por cinco crimes: estupro consumado, lesão corporal, perseguição, violência psicológica e descumprimento de medida protetiva. Eurico nega todas as acusações e diz que sua defesa vai pedir que novas testemunhas sejam ouvidas, dentre elas, a sua primeira esposa, Maria Helena Barros e Silva, que prometeu apoiá-lo.

Related posts

Internautas relembram discurso de Elza Soares: “Querem matar nossos sonhos, prender nossas liberdades, não irão conseguir”

Rafael Bruza

Rede pública do RJ cancela cirurgias não emergenciais

João Baricatti

Lenio Streck responde críticas de Moro: “Péssimo exemplo de juiz”

Rafael Bruza

Leave a Comment