PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Política

“Noivinha do Aristides”: mulher é presa após xingar Jair Bolsonaro

aristides

No início da tarde desta segunda-feira (29), o termo “Aristides” entrou para os assuntos mais comentados do Twitter, com mais de 55 mil tweets, até a conclusão desta matéria. As hashtags “Noivinha do Aristides” e “xingamento” também não ficaram para trás, sendo amplamente comentadas na rede. A repercussão dos termos aconteceu após uma mulher ter sido detida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), depois de chamar o presidente Jair Bolsonaro de “noivinha do Aristides”.

“Noivinha do Aristides” entra para os trending topics do Twitter: entenda

No último sábado (27), o presidente Jair Bolsonaro compareceu na formatura de cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), no município de Resende, Rio de Janeiro, a fim de participar da Solenidade de Entrega de Espadas aos Novos Aspirantes. No caminho, parou para cumprimentar policiais rodoviários na Rodovia Presidente Dutra.

aristides
Presidente Jair Bolsonaro participa de Solenidade de Entrega de Espadas aos Novos Aspirantes, em Resende (RJ). | Clauber Cleber Caetano/PR/ Agência Brasil

Foi nesse momento que a motorista de um carro, uma mulher de aproximadamente 30 anos, chamou o presidente de “noivinha do Aristides”. Segundo informações do jornal O Globo, a mulher foi detida pelo crime de injúria e levada pela PRF até a delegacia da Polícia Federal de Volta Redonda. Ela assumiu o compromisso de comparecer em juízo e foi liberada em seguida.

A pena para esse crime é de reclusão de três anos e multa, conforme previsto no artigo 140 do Código Penal Brasileiro, mas pode aumentar caso seja cometido contra o presidente da República.

Quem é Aristides?

Segundo informações veiculadas nas redes, Aristides foi o instrutor de Judô na Aman quando o presidente Jair Bolsonaro era cadete. A informação teria sido confirmada pelo ex-ministro do Trabalho, Educação e da Previdência no período do Regime Militar, Jarbas Passarinho, desafeto de Bolsonaro. Em entrevista ao O Globo em 2011, Passarinho disse que o então deputado federal “quando está em campanha, em vez de ele ir ao Clube Militar, como oficial, ele vai pernoitar no alojamento dos sargentos (risos)”.

Repercussão no Twitter

Nas redes sociais, especialmente no Twitter, internautas subiram a hashtag “Aristides”, comentando o caso. Sobre a prisão da mulher, postagens lembraram o fato do presidente nunca ter mandado deter ninguém que o tivesse xingado de “genocida”, “fascista” ou “miliciano”, mas que o fez ao ser chamado de “noivinha do Aristides”. Confira alguns comentários:

Related posts

Avião com cantora Maiara colide com pássaro e faz pouso por precaução

Rafaele Oliveira

Miss Brasil 2021: Teresa Santos, cearense de 23 anos, é a campeã

Rafaele Oliveira

China e Rússia fecham parceria “sem limites”

João Baricatti

Leave a Comment