PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Pandemia Política

Nicolelis: “Passou da hora de fechar espaço aéreo para voos da África do Sul e alguns países europeus”

nicolelis-passou-da-hora-de-fechar-espaco-aereo-para-voos-da-africa-do-sul-e-alguns-paises-europeus

Em seu perfil de Twitter nesta quinta-feira (25), o médico e neurocientista Miguel Nicolelis afirmou que o Brasil deveria fechar o espaço aéreo da África do Sul e “alguns países europeus” para evitar a chegada da nova variante ´do coronavírus, descoberta na África – primeiramente em Botsuana e agora com 6 casos confirmados na África do Sul.

“Se ninguém disse ou pensou, eu digo: passou da hora de fechar espaço aéreo brasileiro para voos da África do Sul e alguns países europeus. Não fizemos isso na hora certa no primeiro semestre e permitimos que a variante delta tomasse conta do Brasil! Errar novamente será outro crime!”, afirmou o médico.

A nova variante foi descoberta pelo Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis da África do Sul (NICD, na sigla em inglês) nesta quinta-feira.

Segundo os cientistas, essa variante tem uma “constelação incomum” de mutações e preocupa pela possibilidade – ainda não comprovada – de que ela escape da vacina.

O virologista do Imperial College London, Tom Peacock, apresentou detalhes da nova variante dizendo que “a quantidade incrivelmente alta de mutações de pico sugere que isso pode ser uma preocupação real”.

Também no Twitter, ele defendeu que o caso “deve ser muito monitorado devido a esse perfil horrível de picos”. Mas aponta que a variante pode acabar como um “aglomerado estranho” que não é muito transmissível.

“Espero que seja esse o caso”, conclui.

A variante já foi identificada também em Israel.

“Trata-se de uma pessoa que veio de Malauí”, afirmou o ministério da Saúde israelense nesta sexta-feira (26). A pasta também teme outros dois casos de pessoas que chegaram do exterior e estão isoladas.

O governo israelense incluiu em sua lista vermelha sanitária África do Sul, Lesoto, Botsuana, Zimbábue, Moçambique, Namíbia e Eswatini (ex-Suazilândia) após o anúncio da descoberta da nova variante.

Reino Unido também restringe viagens da África do Sul após descoberta da nova variante

O Governo do Reino Unido colocou a África do Sul e outros 5 países africanos na “lista vermelha” de restrições de viagem, por conta da confirmação de casos da nova variante nestes países. A medida vale a partir desta sexta-feira (26) e também incide sobre viagens da Namíbia, Lesoto, Botsuana, Eswatini e Zimbábue.

Com a decisão, voos comerciais destes países ficarão temporariamente proibidos e cidadãos britânicos ou com residência no Reino Unido que estejam voltando dos locais terão de fazer uma quarentena, mesmo vacinados.

Related posts

Dragão da inflação mostra as garras um dia depois da PEC do Calote

Fabio Pannunzio

Em Suriname, Bolsonaro causa aglomeração e não faz uso da máscara

Rafaele Oliveira

As mulheres de Alcolumbre, o peculatário

Fabio Pannunzio

Leave a Comment