PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Pandemia Política

“Não Olhe Para o Vírus”: Vídeo compara negacionismo de Bolsonaro com filme; assista

nao-olhe-para-o-virus-video-compara-filme-com-o-negacionismo-de-bolsonaro-na-pandemia

A página ‘Desmentindo Bolsonaro’ publicou um vídeo nas redes sociais nesta segunda-feira (03) que compara o filme “Não Olhe para Cima” com declarações de líderes do Governo consideradas negacionistas em relação à pandemia da covid-19 no Brasil.

O filme da Netflix – dirigido por Adam McKay – mostra o desespero dos astrônomos interpretados por Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawrence em informar às autoridades e à mídia do país sobre a existência de um novo cometa que tem 99,78% de chances de atingir a Terra.

Ambos se deparam com um governo irresponsavelmente negacionista e pessoas mais preocupadas com entretenimento e a vida dos famosos do que com o aviso dos especialistas do setor.

Usando esta linha crítica do filme, o vídeo “Não olhe Para o Vírus” mostra declarações sobre a pandemia realizadas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), deputado Osmar Terra (MDB-RS), empresário Carlos Wizard e ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello.

Estes indivíduos ao longo da pandemia contestaram indevidamente políticas de isolamento social, se posicionaram contra uso de máscaras, defenderam de forma charlatã a utilização de remédios sem eficácia contra a covid-19, entre outras condutas consideradas negacionistas.

Fazendo contraponto à estas práticas, o vídeo “Não Olhe Para o Vírus” apresenta alertas de especialistas da área da saúde, como Átila Iamarino e a microbiologista Natália Pasternak, sobre a crise sanitária – que no vídeo representam a postura científica dos astrônomos do “Não Olhe Para Cima”.

“O coronavírus tá aqui. Ele se espalhou pelo mundo inteiro. Vai infectar muita gente”, diz Átila em uma de suas aparições no vídeo.

Assista:

Em entrevista, Leonardo Di Caprio afirmou que o longa “Não Olhe para Cima” é uma analogia da cultura moderna e da “incapacidade de ouvir a verdade científica” sobre a crise climática.

“Se eu tivesse que resumir Não Olhe para Cima, eu diria que é uma analogia da cultura moderna e nossa incapacidade de ouvir a verdade científica. Muitas vezes, na minha carreira, procurei um filme que tivesse um subtexto ambientalista. Mas assim com todas as notícias sobre as mudanças climáticas, muita gente não quer ouvir. E fazer um filme sobre isso é uma tarefa ainda mais difícil. E Adam [McKay, diretor do filme], que não tem medo de se posicionar sobre a crise climática, queria fazer um filme que pusesse uma pitada de humor ácido num problema tão assustador”, afirma Leonardo Di Caprio.

A despeito de o ator dizer que o filme faz referência à crise climática, críticos e internautas também atribuíram as analogias do longa à conduta de pessoas consideradas negaconistas na pandemia da covid-19.

Related posts

Ministério da Saúde vai comprar 10 milhões de doses da Coronavac

João Baricatti

Fachin acompanha Rosa Weber e já são 4 votos pela suspensão do ‘orçamento secreto’ no STF

Rafael Bruza

Queiroga aponta dedo para repórter da GloboNews: “Povo do mau agouro”

Rafaele Oliveira

Leave a Comment