PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Manchete

Multidão se reúne para ver enterro de pastor que prometeu ressucitar em 3 dias

multidao-se-reune-para-ver-enterro-de-pastor-que-prometeu-ressucitar

Uma multidão se reuniu diante da funerária de Goiatuba (GO) para assistir o enterro do pastor evangélico, Huber Carlos Rodrigues. Em 2008, ele escreveu e assinou uma carta onde dizia que foi “revelado pelo Espírito Santo” que ele ressucitaria em três dias.

A ressurreição não aconteceu. A funerária chegou a esperar o prazo dado pelo religioso, em respeito à família e a viúva de Huber Carlos Rodrigues, que inicialmente se negou a liberar o corpo para aguardar a suposta ressurreição.

Política: Paulo Guedes diz que Petrobras vai “valer zero daqui 30 anos” e defende privatização

Diante da espera, a Vigilância Sanitária da cidade notificou a funerária pela não realização do sepultamento imediato. A Prefeitura explicou que há uma resolução que dispõe sobre o Controle e Fiscalização Sanitária do Translado de Restos Mortais Humanos. Mas a empresa afirmou que não recebeu a notificação.

Passado o prazo de três dias informado pelo pastor, às 23h30 desta segunda-feira (25), a empresa liberou o caixão para sepultamento, enquanto a multidão ainda esperava o milagre do lado de fora da funerária.

Algumas pessoas chegaram a se mover pelo cemitério aguardando o carro fúnebre. Na confusão, um grupo chegou a gritar exigindo a abertura do caixão. O coveiro negou a exumação e o enterro ocorreu normalmente, apesar dos protestos.

A multidão aguardou o enterro na chuva e realizou orações em grupo.

“Minha integridade física tem que ser totalmente preservada, pois ficarei por três dias morto, sendo que no 3ª dia, eu ressuscitarei. Meu corpo durante os três dias não terá mau cheiro e nem se decomporá, pois o próprio Deus terá preparado minha carne e meu cérebro para passar por essa experiência”, escreveu o pastor na carta, em 2008.

Política:

Pastor que prometeu ressucitar morreu de covid-19

O pastor estava internado com covid-19 desde agosto, em um hospital de Itumbiara a 55 km de Goiatuba, e faleceu na última sexta-feira (22) por complicações da doença.

Ele chegou a ter melhora em seu quadro e foi transferido da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para um quarto comum, mas apresentou complicações e veio à óbito.

Uma equipe de TV da cidade registrou mais imagens da multidão e do enterro:

Related posts

Câmara aprova usar dinheiro de precatórios para pagar professores

Rafaele Oliveira

Moro se reúne com Arthur do Val e fecha aliança para 2022

João Baricatti

Leonardo Gaciba é demitido do comando de arbitragem da CBF

João Baricatti

Leave a Comment