PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Manchete Política

Moradores relatam que policiais fizeram festa antes e depois da chacina em São Gonçalo

moradores-relatam-que-policiais-fizeram-festa-antes-e-depois-da-chacina-em-sao-gonçalo

Moradores do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo (RJ) relatam que policiais militares do 7º Batalhão de Polícia Militar dizeram festa em uma piscina a cerca de 500 metros do mangue em que corpos foram retirados na manhã de segunda-feira (22). A apuração é da repórter Lola Ferreira, do portal UOL.

A Polícia Civil do RJ afirma que moradores retiraram oito corpos do mangue. Já a Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ afirma com base em relatos de moradores que foram 11 corpos retirados do local. Há suspeita de que vítimas foram executadas e moradores relatam indícios de tortura nos corpos encontrados.

A festa ocorreu na noite da sábado (20) e entre a noite de domingo e a madrugada de segunda-feira – antes e depois da chacina, que ocorreu no domingo.

Os moradores apontam que um grupo de pelo menos 20 policiais militares entrou no Piscina’s Bar na tarde de sábado e ficou até as 22h. No domingo, o grupo voltou a piscina por volta das 18h e lá ficou até a madrugada.

A repórter do UOL visitou o local e encontrou garrafas quebradas, panelas cheias de comida e sinais de uso da piscina.

A reportagem também identificou sinais de uso de cigarros e localizou uma Bíblia aberta em um balcão.

As garrafas de uísque, vodca e outras bebidas destiladas não estavam no local na tarde de segunda.

Os moradores também relataram que policiais militares saíam na rua ao longo da festa e desejavam “feliz natal” a quem passava no local.

Dentro do estabelecimento, há inscrições que mencionam os grupos milicianos rivais, o bonde do Ecko e a milícia do Tandera, além de uma menção ao grupo criminoso Terceiro Comando Puro.

No portão de saída da casa, o grupo de policiais deixou uma mensagem escrita com giz onde os agentes agradecem “pela recepção” e mencionam a “variante delta” – um dos grupos de elite dentro da PM.

Os moradores ainda afirmam que dois veículos blindados do Batalhão de Operações Policiais (Bope) bloquearam a entrada do estabelecimento enquanto os policiais militares realizavam a festa.

Moradores retiraram ao menos 8 corpos do mangue em São Gonçalo

Moradores do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo (RJ), afirmam que a Polícia Militar realizou uma chacina em São Gonçalo.As acusações são feitas após moradores retirarem pelo menos oito corpos com marcas de tiro de uma região de mangue da comunidade, na manhã desta segunda-feira (22).

As vítimas fatais foram localizadas depois de um fim de semana de confronto na região. Um policial foi morto no sábado (20) e houve uma reação da Polícia Militar contra traficantes, no domingo (21). Nenhum dos corpos dos moradores foi identificado até o momento. A PM afirma que, no sábado, equipes do Batalhão de São Gonçalo foram atacadas “nas proximidades de uma área de mangue com mata”.

O sargento da PM, Leandro da Silva, foi ferido e levado ao hospital, mas não resistiu e faleceu.

No domingo, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) esteve na região depois que a PM recebeu informações de que um dos responsáveis pelo ataque à equipe da polícia no dia anterior estava ferido dentro da comunidade. A corporação afirma que esteve no conjunto de favelas para uma operação de “estabilização”.

Related posts

Em mensagem do Dia do Professor, Lula diz que ser professor “é arte”

Rafaele Oliveira

“Bolsonaro vagabundo” é um dos assuntos mais comentados nas redes

Rafaele Oliveira

Brasil atinge 90% da população vacinada contra Covid-19

João Baricatti

Leave a Comment