PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Pandemia Saúde

Máscara PFF2 é a mais indicada para proteger da variante Ômicron

máscara pff2

A variante Ômicron, responsável por 92,6% das infecções de covid-19, é, segundo os especialistas, mais transmissível. Segundo o pesquisador da Universidade de Vermont e membro do Observatório COVID-19BR, Vitor Mori, máscaras de pano ou cirúrgicas não são suficientes para garantir a proteção conta a variante, sendo a máscara PFF2 a mais indicada nesse caso. A reportagem é do jornal O Globo.

De acordo com Mori, o vírus SARS-CoV-2, causador da covid-19, se transmite da mesma forma e tem o mesmo tamanho. Mas, segundo ele, algumas variáveis ainda não foram totalmente dimensionadas. Por exemplo, se as pessoas infectadas carregam mais vírus, se a localização da carga viral facilita o caminho, ou se a quantidade de vírus necessária para infecção é menor.

Máscara PFF2 é a mais segura na proteção contra a variante Ômicron

Para o especialista, já que a variante Ômicron é mais transmissível, as pessoas precisam se proteger melhor, usar uma máscara de qualidade maior, para “acompanhar o risco.” Assim, a mais indicada nesse caso, por ter um nível maior de segurança é a máscara PFF2, preferencialmente o modelo com a tira que fica na cabeça.

A máscara KN95, modelo parecido com a PFF2 também é uma boa opção, ficando atrás apenas dos dois modelos da PFF2 (com tira na cabeça e com tira que prende atrás da orelha). No caso de nenhuma dessas estar disponíveis, o pesquisador dá uma dica: usar uma máscara cirúrgica com uma de pano por cima, porque a cirúrgica vai filtrar e a de pano irá ajustá-la melhor. Por fim, em último caso, uma máscara cirúrgica bem ajustada ou de pano, mas com duas camadas, no mínimo.

máscara pff2
De todas as máscaras para proteção contra a covic-19, a máscara PFF2 é a mais indicada para a variante Ômicron. | Foto: Freepik

Vitor Mori ainda falou sobre o mito da máscara PFF2 ser difícil de encontrar. “Ela não é mais difícil de achar, basta procurar além da farmácia, como lojas de material de construção ou EPI. E como pode ser reutilizada várias vezes, não é tão cara.”

Ajuste, filtração e conforto são fatores importantes ao escolher uma máscara

Em resumo, de acordo com a reportagem, há dois pontos importantes que devem ser levados em conta na hora de escolher qual máscara usar. Primeiro, o ajuste. A máscara deve estar bem firme no rosto. Dessa forma, não adiantaria de nada usar uma máscara PFF2, se ela estiver folgada e o ar sair pelas laterais.
Segundo, a filtração. Uma máscara bem ajustada mas com tecido inapropriado, como de tricô por exemplo, não é eficiente. O conforto também é importante para que a pessoa não se sinta tentada a remover a máscara, ou colocá-la abaixo do nariz ou no queixo.

Related posts

EUA regista recorde de hospitalizações por Covid-19

João Baricatti

Alcolumbre quer segurar sabatina de Mendonça até 2023, quando a indicação perde validade

Rafael Bruza

Negacionista, conspiracionista e ‘guru’ do Governo, Olavo de Carvalho morre aos 74 anos

Rafael Bruza

Leave a Comment