PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Pandemia Saúde

Máscara N95 pode ser reutilizada 25 vezes; veja como deve ser a limpeza

máscara n95

Depois que ficou confirmado que máscaras de pano e cirúrgicas não são eficazes na proteção contra a Ômicron, sendo as do tipo PFF2 as mais indicadas, um novo estudo concluiu que a máscara N95 – que ocupa o segundo lugar no quesito proteção contra a variante – pode ser reutilizada 25 vezes, desde que higienizada corretamente.

A pesquisa publicada na revista científica American Journal of Infection Control afirmou que a máscara n95 pode ser reutilizada até 25 vezes ao ser descontaminada com peróxido de hidrogênio vaporizado (VHP), entre um uso e outro.

Os pesquisadores do Beth Israel Deaconess Medical Center e do Massachusetts Institute of Technology (MIT) acreditam que a limpeza pode solucionar o problema da escassez de máscaras em epidemias ou pandemias futuras.

Segundo o estudo, mesmo após a máscara N95 ser descontaminada 25 vezes, não foram detectadas mudanças na sua integridade respiratória, sendo que continuou 95% eficaz. Uma das autoras da pesquisa, Christina F. Yen, declarou que o método de desinfecção com peróxido de hidrogênio vaporizado é “relativamente seguro para reprocessar a máscara N95.”

Segundo estudo, a máscara N95 pode ser reutilizada 25 vezes, se higienizada corretamente

máscara npg

A máscara N95, uma das mais indicadas na proteção contra a variante Ômicron, pode ser reutilizada 25 vezes, diz estudo. | Foto: Freepik

“É importante que encontremos agora maneiras de dimensionar e traduzir essa capacidade de desinfecção para hospitais menores e ambientes de saúde com recursos limitados que poderiam se beneficiar tanto quanto — ou talvez até mais — deste tipo de reprocessamento de equipamento protetor em futuros cenários desastrosos”, disse a pesquisadora.

A pesquisa ainda acrescenta que o uso do peróxido de hidrogênio vaporizado requer “planejamento por meio de equipes multidisciplinares, para garantir o suporte logístico, a eficácia da desinfecção e a segurança” de quem irá utilizar a máscara n95.

Conforme apurado pelo Canaltech, a técnica de vaporização de peróxido de hidrogênio é realizada em temperatura ambiente e é ecologicamente correta. O seu gotejamento em uma superfície quente resulta em uma nuvem de vapor descontaminante.

Related posts

Alcolumbre quer segurar sabatina de Mendonça até 2023, quando a indicação perde validade

Rafael Bruza

Bono revela que se sente ‘envergonhado’ com músicas do U2 e não gosta do nome da banda

Rafael Bruza

Jornalista é demitido do Correio do Povo por críticas a Bolsonaro

Rafael Bruza

Leave a Comment