PORTAL DEMOCRACIA
Internacional Pandemia Saúde

Hospital nos EUA nega transplante de coração a paciente não vacinado

vacinado

Um paciente que precisava de um transplante de coração teve o pedido negado por um hospital dos Estados Unidos. Entre os motivos para a recusa, está o fato de que o homem não foi vacinado contra a covid-19.

Segundo informações da BBC, o Brigham and Women’s Hospital, em Boston, retirou o nome de DJ Ferguson, de 31 anos, da lista de transplantes. O pai do paciente disse que seu filho não acredita na eficácia da vacina e recusa receber o imunizante porque “vai contra os seus princípios básicos.”

A vacina contra a covid-19 seria um requisito para receber o órgão

À BBC, o hospital fez um comunicado explicando que a recusa faz parte de sua polícia para transplantes de órgãos. “Dada a escassez de órgãos disponíveis, fazemos tudo o que podemos para garantir que um paciente que recebe um órgão transplantado tenha a maior chance de sobrevivência”, disse o hospital.

Entre os requisitos necessários para que o paciente receba um órgão, estaria a vacina contra covid-19. Mas outros motivos podem ter favorecido a inelegibilidade para o transplante de Ferguson. O Brigham and Women’s Hospital não forneceu mais detalhes, devido a privacidade da relação médico-paciente.

 De acordo com um site para arrecadação de dinheiro chamado GoFundMe, o paciente sofre de um problema cardíaco hereditário, que faz com que seus pulmões se encham de sangue e fluido. O texto da vaquinha diz que o Ferguson tem medo de ser vacinado e sofrer uma inflamação cardíaca.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA explicam que esse tipo de reação da vacina é rara e temporária e incentiva os receptores de transplantes a completarem todo o ciclo vacinal.

Related posts

Bolsonaro critica liberação da vacina para crianças de 5 a 11 anos

João Baricatti

Empresa demite 900 funcionários de uma vez, por chamada de vídeo

Rafaele Oliveira

Bolsonaro estaria avaliando indicar um médico pró-cloroquina à Anvisa

Rafaele Oliveira

Leave a Comment