PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Trabalho

Greve de ônibus continua em Belo Horizonte nessa quinta-feira

greve onibus bh

A paralização do transporte público segue firme em Belo Horizonte, Minas Gerais. A greve, que tinha tido início no dia 22 de novembro, voltou a valer a partir da meia noite da última quarta-feira (1°) e começa nessa quinta-feira (02). A greve tinha terminado na última sexta-feira (26), mas como nenhum acordo foi firmado, o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH) optou por retomar a greve. A decisão foi tomada em assembleias, realizada ontem (1°) com representantes da categoria. A categoria pede um reajuste salarial.

greve onibus bh
Paralização foi retomada nessa quinta-feira (02) (Foto: Júlio César Santos/TV Globo)

De acordo com um balanço realizado, nessa manhã, pela Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), às 6 da manhã, aproximadamente, apenas 30% das viagens estavam acontecendo. Às 7, a taxa melhorou um pouco e atingiu 41%. Segundo uma decisão judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-MG), do dia de 19 de novembro, pelo menos 60% da frota de ônibus deveria estar operando, mesmo durante esse período de greve.

A BHTrans teria programado 1.907 viagens para às 6 e 7. Desse valor, apenas 335 aconteceram. Estimativas apontam que, aproximadamente, 96 mil usuários deixaram de ser atendidos durante o período.

A negociação pelas melhores condições de trabalho

Em fala ao Estado de Minas, Paulo César, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH), a proposta oferecida pelo Sindicato das Empresas de Transporte Público de Belo Horizonte (Setra-BH) não contempla todos os anseios da classe trabalhadora. Mesmo acatando o aumento de 9% no salário dos trabalhadores, o Setra-BH não acatou o maior pedido dos trabalhadores: a correção da inflação do Índice Nacional de Preço ao Consumidor. O último reajuste salarial da categoria aconteceu dois anos atrás.

Outros pontos como o pagamento do ticket alimentação e a garantia de um intervalo máximo de 30 minutos entre as viagens, também não foram atendidos.

“Em duas assembleias cheias, o trabalhador rejeitou a proposta patronal. Pela tarde, foi unânime a reprovação”, disse Paulo, se referindo as assembleias onde foi decidido que a greve voltaria.

 

 

 

Related posts

Fernanda Montenegro entra para a Academia Brasileira de Letras

Rafaele Oliveira

Rosa Weber envia solicitação de investigação de Bolsonaro e Queiroga à PGR

João Baricatti

Miranda McKeon, de ‘Anne With an E’, faz mastectomia aos 19 anos

Rafaele Oliveira

Leave a Comment