PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Política

Ex-presidente do PT critica possível aliança de Lula com Alckmin: “Erro estratégico brutal”

ex-presidente-do-pt-critica-possivel-alianca-de-lula-com-alckmin-erro-estrategico-brutal

Em entrevista ao blog Socialista Morena publicada nesta terça-feira (07), o deputado federal e ex-presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão (PT-SP), se coloca contra a formação de uma chapa entre o ex-presidente Lula e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para as eleições presidenciais de 2022.

“Sou contra e não quero deixar dúvidas”, diz Falcão. “É um erro estratégico brutal. Além de tudo, para quem quer uma campanha aguerrida, passa um simbolismo negativo colocar um anestesista na vice”, ironizou o deputado em referência à profissão de Geraldo Alckmin, que é médico anestesista de formação.

Na sequência, Rui Falcão comenta o que considera um “erro estratégico”.

“Não tem nenhum empresário que tenha se manifestado em favor dessa chapa. Nesta área em que Alckmin atrairia simpatias, ninguém se manifestou em favor de Lula”, afirma.

A possível aliança “Lulalckmin” enfrenta impasses no momento e ainda é considerada incerta, pois depende de qual partido o ex-governador vai se filiar após sair do PSDB – o tucano pode entrar no PSD para concorrer ao Governo do Estado de SP, ou no PSB para disputar as eleições como vice de Lula.

Na entrevista, Rui Falcão defende que o PT dialogue com outros partidos de esquerda e feche um programa de governo antes de discutir quem concorrerá como vice de Lula.

“Ninguém escolhe vice antes de começar a campanha. É preciso antes construir um programa com os pretensos aliados: PSB, PCdoB, PSOL, setores do PDT, movimentos sociais. Se não tiver uma base importante, o golpe pode vir de novo. É nesse contexto que se vai escolher o vice. Quem garante que esta aliança malsinada com Alckmin vai garantir governabilidade?”

O parlamentar também elencou divergências entre os ideais de Lula com os do ex-governador de SP.

“Lula já falou que é a favor do fim do teto de gastos, de outra política de preços na Petrobras, que é contra a privatização das empresas públicas… O programa do Alckmin é a favor disso?”, questiona Rui Falcão. “Todos os governos dele foram na direção oposta, inclusive com medidas repressivas como o Pinheirinho”.

Ao citar o “Pinheirinho”, o ex-presidente do PT se refere à operação da Polícia Militar de São Paulo de 2012 que desalojou famílias da ocupação da comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos. A ação resultou em denúncias de truculência policial e violação de direitos humanos contra o governo do PSDB, comandado por Alckmin, na época. Após a ação, o ex-governador atribuiu a responsabilidade pela ação à Justiça, que ordenou a execução da reintegração de posse.

Por fim, Rui Falcão sugere que o PT poderia escolher uma mulher para concorrer de vice na chapa de Lula.

“Não poderia ser uma vice? As mulheres são maioria no Brasil, são as que mais rejeitam Bolsonaro e são as que mais apoiam Lula”, afirmou o deputado.

Related posts

Pessoas não vacinadas e com dose atrasada são 88% dos internados no RJ

Rafael Bruza

Bento XVI acobertou casos de pedofilia na Alemanha

João Baricatti

Rodrigo Maia desenha nariz de Pinóquio em Moro: “Não engana ninguém”

Rafael Bruza

Leave a Comment