PORTAL DEMOCRACIA
Internacional Manchete Política

EUA, Alemanha e outros 14 países já vacinam crianças contra a covid-19

eua-alemanha-e-outros-14-paises-ja-vacinam-criancas-contra-a-covid-19

Com informações do G1 – Enquanto o Governo Federal comandado por Jair Bolsonaro (sem partido) incentiva a hostilidade contra funcinonários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que aprovaram a vacinação em crianças no Brasil, outras 16 nações já começaram a vacinar crianças contra a covid-19.

Até agora, a vacinação de crianças começou na Alemanha, Argentina, Áustria, Canadá, Chile, China, Cuba, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França Grécia, Hungria, Israel, Itália e Portugal, segundo levantamento do G1.

No Brasil, a Anvisa chegou a autorizar na semana passada a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos. Mas o Governo não só tem resistido em iniciar esta etapa da vacinação – contestada ferrenhamente por eleitores bolsonaristas -, como o presidente da República também pediu, extra-oficialmente, “o nome das pessoas que aprovaram a vacina para crianças a partir de cinco anos”.

“Queremos divulgar o nome dessas pessoas para que todo mundo tome conhecimento de quem são essas pessoas e, obviamente, forme o seu juízo”, afirmou o presidente durante a live semanal pelas redes sociais.

A ideia de revelar nomes de profissionais da Anvisa – que segundo críticos incentiva a perseguição contra eles – foi respaldada pelo ministro da Saúde Marcelo Queiroga.

“O serviço público é caracterizado pela publicidade dos seus atos. Então, todos os técnicos que se manifestem em processos administrativos tem que ser publicizados os atos, a não ser aqueles atos que são mais restritos. Mas não há problema em ter publicidade dos atos da administração. Acredito que seja até um requisito da Constituição”, disse.

Sobre a vacinação de crianças, Queiroga afirmou que “a pressa é inimiga da perfeição”. Ele disse que só vai tomar uma decisão sobre a questão em janeiro.

A Anvisa, entidades médicas e especialistas vêm rebatendo as posições de Bolsonaro e Queiroga. Também criticam frequentemente a lentidão do Governo em liberar vacina para crianças.

Veja detalhes do levantamento do G1 sobre a vacinação em crianças em outros países:

  • Argentina: crianças de 3 a 11 anos são vacinadas com o imunizante da Sinopharm, que não está disponível no Brasil (ele é feito de vírus inativado, como a CoronaVac).
  • Áustria: crianças de 5 a 11 anos desde 25 de novembro, quando a União Europeia aprovou o uso da vacina da Pfizer para esta faixa etária. Canadá: aprovou a imunização de crianças de 5 a 11 anos com a vacina da Pfizer em novembro e começou a aplicar a vacina no final do mesmo mês.
  • China: aprovou o uso da CoronaVac para crianças a partir de 3 anos em 8 de junho. Chile: começou a vacinar crianças entre 6 e 12 anos com a CoronaVac em 14 de setembro.
  • Cuba: já vacina crianças a partir dos 2 anos – menor faixa etária do mundo – com a vacina Soberana 02, produzida no país.
  • Estados Unidos: vacinam crianças de 5 a 11 anos desde 3 de novembro.
  • Israel: crianças de 5 a 11 anos desde 23 de novembro.
  • Alemanha, Dinamarca, Espanha, Grécia, Hungria, Itália e outros países europeus: imunizam crianças de 5 a 11 anos desde 15 de dezembro.
  • Portugal: iniciou a vacinação de crianças de 5 a 11 anos no sábado (18). França: iniciou a vacinação de crianças de 5 a 11 anos nesta quarta (22).

Related posts

Bolsonaro faz reunião secreta com investigadores do Caso Adelio em busca de mandante

Rafael Bruza

Juiz entende que xingar repórter de ‘viadinho’ é ‘liberdade religiosa’ e nega tornar padre réu

Rafael Bruza

PV anuncia apoio à Lula em 2022 e vai entrar em federação partidária com PT, PSB e PCdoB

Rafael Bruza

Leave a Comment