PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Manchete

Enfermeira de 42 anos morre após tomar cápsulas de chá emagrecedor

chá

A enfermeira Mara Abreu, de 42 anos, morreu na última quinta-feira (03), após seu corpo rejeitar um transplante de fígado realizado no Hospital das Clínicas, em São Paulo. Mara fazia uso de cápsulas de um chá emagrecedor, que teria causado o problema hepático.

Segundo informações passadas por familiares da enfermeira ao G1, Mara não tinha problemas de saúde prévios e não fazia uso de outros medicamentos. A prima da vítima, Márcia Cristina, contou que ela foi internada no dia 18 de janeiro no Hospital Santa Joana, onde trabalhava, após sentir fortes abdominais.

Mara foi diagnosticada com problemas no fígado e o quadro rapidamente se agravou. No dia 21, ela foi transferida para o Hospital das Clínicas e passou a aguardar um transplante de fígado. De acordo com a prima, a enfermeira chegou a receber um fígado no último domingo (30), mas seu corpo o rejeitou, entrando novamente para a lista de espera.

Chá em cápsulas teriam causado problemas no fígado da enfermeira

Como a enfermeira não fazia uso de medicamentos, a equipe de médicos do Hospital das Clínicas solicitou ajuda à família, para identificar o que poderia ter causado o quadro de hepatite medicamentosa. Márcia, a prima, disse que fizeram uma busca na casa de Mara e encontraram o chá 50 ervas em cápsulas.

“A gente começou a fuçar as coisas dela, e encontramos na gaveta dela esse chá em cápsulas, e levamos para eles. Foi quando eles constataram, pela composição daquelas cápsulas, que tudo ali era prejudicial ao fígado”, declarou a prima.

chá
Frasco de chá emagrecedor encontrado entre os pertences da enfermeira. | Foto: Reprodução/ G1

Especialistas alertam sobre o perigo das cápsulas do chá que promete emagrecer. A médica Liliana Ducatti usou as suas redes sociais para desaconselhar o uso desses chás. “Nós recomendamos não fazer o uso desse tipo de medicação: chá que desincha, chá detox, natural, erva… Não faça uso, desaconselhe as pessoas que você conhece. Isso tudo é charlatanismo e são descritos como hepatotóxicos, fazem mal para o fígado sim e podem levar à necessidade de um transplante de fígado”, disse.

O velório de Mara aconteceu nesta sexta-feira (04), no Funeral Tatuapé, Zona Leste da capital.

Related posts

Anvisa divulga nota de repúdio em resposta a Bolsonaro

João Baricatti

PF aponta crime de Bolsonaro no vazamento de informações, mas não o denuncia por conta do foro privilegiado

Rafael Bruza

Bolsonaro corta R$ 100 milhões de hospitais federais durante explosão de casos de covid

Rafael Bruza

Leave a Comment