PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Clima Manchete

Em Petrópolis (RJ), já são 78 mortos por causa das fortes chuvas

petrópolis

Na tarde da última terça-feira (15), fortes chuvas atingiram o município de Petrópolis, localizado na Região Serrana do Rio de Janeiro. Segundo a Prefeitura de Petrópolis e o Corpo de Bombeiros, já são 78 mortos pela tragédia (até o momento da conclusão desta matéria). As buscas continuam e os bombeiros ainda não sabem qual o número de pessoas desaparecidas.

Em imagens compartilhadas nas redes sociais, é possível ver a região central de Petrópolis completamente inundada. Quando o nível da água abaixou, corpos apareceram. Além disso, cerca de 80 casas foram atingidas em um deslizamento de de terra no Morro da Oficina, no bairro Alto da Serra.

Com toda a destruição causada pelo temporal, a Prefeitura de Petrópolis decretou estado de calamidade pública e informou que os hospitais receberam reforço para comportar o atendimento das vítimas. A Defesa Civil informou que choveu na cidade o que era esperado para todo o mês e ainda há previsão de chuva moderada para esta quarta-feira (16).

Para o governador Cláudio Castro, a situação em Petrópolis é “quase que de guerra”

Ao Portal G1 o governador Cláudio Castro disse que a situação é comparável a de uma guerra. “Vimos carros pendurados em poste, carro virado de cabeça para baixo. Muita lama e muita água”, descreveu Castro.

Castro ainda afirmou que “as sirenes [de alerta] funcionaram perfeitamente”. “Tanto que a tragédia não foi maior porque as sirenes funcionaram”, disse.

“Mas foi uma tragédia de uma hora para outra, com uma quantidade de chuva raramente vista: 200 milímetros em duas horas é uma quantidade absurda e infelizmente, não teve como salvar todas as pessoas”, relatou o governador Cláudio Castro.

petrópolis
Em Petrópolis (RJ), já são 54 mortos por causa das fortes chuvas. | Foto: Reprodução/BRUNO KAIUCA/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A Defesa Civil também aconselhou os moradores que moram em áreas de risco a procurarem ajuda. O número 199 também está disponível para atender a emergências. “Orientamos a população que ao sinal de qualquer instabilidade nas áreas em que residem, que procure o ponto de apoio e nos acionem”, disse o secretário de Defesa Civil, Tenente Coronel Gil Kempers.

Related posts

Iris Rezende, ex-governador de Goiás, morre aos 87 anos, após AVC

Rafaele Oliveira

Hopi-Hari: trava de segurança de montanha-russa se solta

João Baricatti

Vale-gás pagará metade do valor do botijão a famílias de baixa renda

Rafaele Oliveira

Leave a Comment