PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Política

Depois de Moro, Deltan Dallagnol também deve entrar para a política

deltan dallagnol

O Procurador da República Deltan Dallagnol, responsável por chefiar e ser porta-voz da Operação Lava Jato, resolveu renunciar ao seu cargo no Ministério Público Federal (MPF), a fim de entrar na política. As informações são da colunista do Estado de S. Paulo, Eliane Cantanhêde. Segundo a jornalista, o paranaense de 41 anos deve disputar uma vaga na Câmara dos Deputados em 2022.

Depois que reportagens do The Intercept Brasil colocaram Dallagnol no centro das denúncias de excessos e a troca de mensagens entre ele e o ex-juiz Sergio Moro foram divulgadas, o procurador se afastou da breve glória que teve na coordenação da Lava Jato.

Deltan Dallagnol anuncia saída do Ministério Público

deltan dallagnol
Procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, anuncia a sua saída do MP para lançar carreira política. | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Agora, seguindo os passos de Moro, Dallagnol deve iniciar a sua vida política, filiando-se ao mesmo partido escolhido pelo colega, o Podemos.  Em vídeo compartilhado nas suas redes sociais, Deltan Dallagnol anuncia a saída do Ministério Público e explica os motivos que o levaram a tomar tal decisão.

“Após mais de 18 anos de trabalho em amor ao próximo, estou saindo do Ministério Público e queria contar a você o porquê. Minha vontade é fazer mais, fazer melhor e fazer diferente diante do desmonte do combate à corrupção que está acontecendo”, escreveu Dallagnol.

No vídeo em questão, Deltan Dallagnol revela que a decisão não foi fácil e que tem muito orgulho do trabalho que o Ministério Público faz pela sociedade. Mas, afirma que os “instrumentos de trabalho para alcançar a justiça vêm sendo enfraquecidos, destruídos.” Diz acreditar que pode fazer mais pelo País fora do MP, “lutando com mais liberdade pelas causas que acredita”.

Related posts

Prefeitura de Lençóis Paulista suspende vacinação infantil após criança sofrer parada cardíaca

Rafael Bruza

Bolsonaro diz que Barroso, Fachin e Moraes querem torná-lo inelegível para favorecer Lula

Rafael Bruza

Vereadora é agredida por colega de bancada em SP; veja vídeo

João Baricatti

Leave a Comment