PORTAL DEMOCRACIA
Jornalismo Manchete Política

Constantino leva invertida ao mostrar eleição de Bolsonaro na revista Time a Guga Chacra

constantino-leva-invertida-ao-mostrar-eleicao-de-bolsonaro-na-revista-times-a-guga-chacra

Comentarista da Jovem Pan, Rodrigo Constantino foi rebatido no Twitter pelo jornalista da GloboNews, Guga Chacra, nesta quarta-feira (08), após mostrar a ele notícia de que Bolsonaro foi “eleito personalidade do ano pelos leitores da revista Time ”.

Constantino deu início à conversa ao responder um tuíte de Chacra com a captura da notícia dizendo“oi Guga” – em referência à expressão “Oi Rodrigo”, que o jornalista da GloboNews frequentemente utiliza para desmentir o comentarista da Jovem Pan.

Imagem

 

Imagem

 

Imagem

Na sequência, Guga Chacra sugeriu que a opinião de Rodrigo Constantino sobre a eleição popular na revista Time mudou de 2019 para cá.

“Oi Rodrigo, a votação (da Time ) é aberta e não restrita a assinantes. Muitos entusiastas de Bolsonaro, como você, puderam votar. Além disso, ser personalidade do ano pela Time (Bolsonaro não foi escolhido) pode significar algo negativo. Hitler, Stalin e Khomeini foram escolhidos no passado”, afirmou o jornalista da GloboNews. “Aliás, Rodrigo, você explicou isso em 2019”.

Guga Chacra então compartilhou um tuíte de dois anos atrás, em que Rodrigo Constantino criticava o título de personalidade do ano concedido pela revista Time à ativista do Meio Ambiente, Greta Thunberg.

Na ocasião, Constantino criticou o título compartilhando antigas capas em que a revista Time anunciava o Donald Trump e Adolf Hitler como personalidades do ano – em 2016 e 1938, respectivamente.

“A escolha da revista Time não tem necessariamente julgamento de mérito, mas sim de influência, importância. Os que celebram Greta Thunberg escolhida vão lembrar dessas outras escolhas ou vão fingir que nunca ocorreram?”, escreveu Constantino em 2019.

Hoje, Constantino celebra a eleição popular que colocou Bolsonaro como “personalidade do ano” na Time

Bolsonaro também recebeu críticas da Time

O presidente da República Jair Bolsonaro (PL) venceu eleição popular como personalidade do ano de 2021 da revista americana “Time” ao obter mais de 9 milhões de votos para os leitores. Em segundo lugar, aparece o ex-presidente dos EUA, Donald Trump.

Já os profissionais de saúde da linha de frente que trabalharam duro em meio à pandemia ficaram em terceiro lugar, com 6,3% dos votos.

Além do título por voto popular, existe outra votação, feita apenas por editores da revista, para determinar a Personalidade do Ano de 2021 – o resultado sairá no dia 13 de dezembro.

Este ano, ao anunciar o vencedor através do voto popular, a revista Time citou a alta rejeição de Bolsonaro no Brasil e episódios problemáticos que o presidente protagonizou.

A revista destacou que Supremo Tribunal Federal (STF) recentemente ordenou uma investigação oficial contra Bolsonaro, por conta de comentários feitos no dia 24 de outubro, em que ele alegou falsamente que tomar vacinas contra a covid-19 poderia aumentar a chance de contrair Aids.

“Facebook e o Instagram retiraram a transmissão ao vivo dias depois de ela ter sido postada online, citando uma violação de suas regras”, lembrou a revista.

A Time também citou um relatório produzido no Senado Federal, em outubro, que recomendou indiciamento de Bolsonaro, por várias acusações criminais, por conta da má resposta do Brasil à pandemia de covid-19.

O Brasil foi o país em que mais pessoas morreram pela doença em 2021. No total, 615 mil brasileiros morreram de covid desde o início da crise sanitária.

Você pode ver os tuítes originais aqui:

Related posts

Negra, pós-doutora em biomedicina é espancada por PMs em Minas Gerais

Fabio Pannunzio

Assassinato de Daniella Perez completa 29 anos; Gloria Perez desabafa

Rafaele Oliveira

Homem ameaça jornalista da Globo em NY

Rafael Bruza

Leave a Comment