PORTAL DEMOCRACIA
Crime Manchete

Conselheiro tutelar que mandou foto da filha armada para ex é preso

conselheiro tutelar preso go

Um caso tomou conta das redes sociais nos últimos dias. Acontece que, um conselheiro tutelar de Jandaia, cidade que fica a 120 km da de Goiás, teria mandado uma foto de sua filha, de apenas quatro anos de idade, segurando uma arma de fogo para uma ex-companheira. A imagem rodou as redes e, na tarde dessa sexta-feira (26), o homem foi preso. Ele estava em Acreúna, cidade que fica a 150 km da capital do estado. Ele também é investigado por ter ameaçado essa mesma ex-companheira de morte.

De acordo com a Polícia Civil de Goiás, a prisão do conselheiro tutelar só pode ser feita pela colaboração entre as Polícias Civil e a Militar. Ainda de acordo com a corporação civil, o suspeito estava foragido há 10 dias. Após ser preso, ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia da região.

A foto

A foto, que rodou as redes sociais, mostra uma criança de apenas quatro anos apontando uma arma para a câmera. Essa criança é filha do conselheiro tutelar e de sua ex-companheira. Além dessa filha, o casal tem mais um filho, de um ano.

criança segurando arma go
Suspeito mandou essa foto para ameaçar a ex-companheira (Imagem: reprodução)

O homem teria enviado a foto para a mulher em forma de ameaça. Ela conta, inclusive, com uma medida protetiva contra ele.

“Essa situação foi registrada na Polícia Civil, mas já constam registros anteriores que envolvem ameaça por parte desse homem e também a questão da arma de fogo que ele teria entregado à filha. São duas situações distintas que envolvem violência doméstica e já estão sob investigação”, afirmou Luiz Gonzaga, delegado responsável pelo caso, em entrevista ao Metrópoles.

Na sexta-feira (12), a situação acabou ficando mais perigosa quando o homem foi até o estabelecimento onde sua ex-companheira trabalha e fez uma série de disparos. De lá, ela acionou a Polícia Militar que a levou até sua casa.

O homem também gravou uma série de áudios e mandou para ela. Neles, ele manda ela abandonar o emprego e diz que vai matar ela e toda sua família. “Pode trabalhar onde você quiser, mas se continuar lá, vou te matar. Se fizer isso, pode ficar com quem você quiser em Jandaia. Mas se continuar lá no emprego, vou te matar. Eu jurei pela alma das minhas filhas. Quero que elas queimem no inferno se eu não cumprir minha promessa”, afirma ele nos áudios obtidos pela policia.

 

Related posts

Ninguém tem a menor ideia da dimensão da nova onda de covid, alerta Miguel Nicolelis

Rafael Bruza

BBB22: família de Douglas Silva registra ocorrência contra blog racista

Rafaele Oliveira

Regina Duarte diz que foto de Bolsonaro ao lado de Jesus não é fake

João Baricatti

Leave a Comment