PORTAL DEMOCRACIA
Saúde

Claudio Marsili, pai de Ítalo Marsili, é morto na Barra da Tijuca

claudio marsili

O cirurgião plástico Claudio Marsili, de 64 anos, foi morto na manhã desta terça-feira (19), alvejado por tiros, na Barra da Tijuca, bairro do Rio de Janeiro. Segundo informações do Extra, o médico chegava para trabalhar na clínica da qual era sócio e, enquanto estacionava o seu carro, foi surpreendido por bandidos que levaram o automóvel e dispararam os tiros. Claudio morreu na hora.

Cirurgião plástico Claudio Marsili morre baleado

claudio marsili
O cirurgião plástico Claudio Marsili. | Foto: Reprodução/ Instagram

Segundo a polícia, Claudio Marsili foi vítima de latrocínio – roubo seguido de morte. Testemunhas do crime disseram que os criminosos esperaram Claudio chegar, por volta das 7 horas, dando a volta e em seguida iniciando os disparos, o que sugere que os bandidos conheciam a rotina do médico. Ainda de acordo com a PM, Claudio teria sido baleado mesmo após a entrega do seu veículo.

Ítalo Marsili, filho de Claudio que também é médico, compareceu no local do crime. Em fotos registradas pela Agência O Globo, o psiquiatra aparece rezando, ao lado de um padre. O corpo de Claudio Marsili foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), enquanto profissionais do Grupo de Local de Crime (GELC) da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) realizavam a perícia no local.

Graduado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e doutor pela Universidade de Ciências Empresariais e Sociais, na Argentina, Claudio Marsili era popular nas redes sociais. Em suas postagens, falava sobre a importância da segurança nos procedimentos cirúrgicos, além de dicas e curiosidades. Seu perfil no Instagram tem mais de 19 mil seguidores.

Italo Marsili faz homenagem ao pai nas redes sociais

Seu filho, Italo Marsilli, também é famoso nas redes, onde é acompanhado por quase 1,4 milhão de pessoas. Após a morte do pai, Italo postou em seu Instagram um convite para amigos juntarem-se a ele em oração pelo pai. Religioso, agradeceu o carinho e orações de todos. “Sigam rezando incessantemente pela alma do meu pai, meu amor”, escreveu.

Claudio Marsili morre um dia após a celebração do Dia do Médico e nove dias após o assassinato do escritor Leuvis Manuel Olivero Ramos, autor dos livros “Memória Viva”, que faz uma homenagem à vereadora assassinada Marielle Franco e “Enquanto o Ódio Governava, a Rua Falava“, onde Leuvis faz uma crítica ao governo de Jair Bolsonaro. O escritor caminhava por uma rua na Tijuca, quando homens dentro de um carro atiraram contra ele.

Related posts

Primeiro lote de vacinas para crianças de 5 a 11 anos chega ao Brasil

Rafaele Oliveira

Vacinação infantil é mais lenta em estados com IDH menor

João Baricatti

Covid-19: Bolsonaro diz que sua filha de 11 anos não irá se vacinar

Rafaele Oliveira

Leave a Comment