PORTAL DEMOCRACIA
Esporte Manchete Saúde

CBF vai exigir vacinação completa para 2022

O novo Guia Médico de Medidas Protetivas para o Futebol Brasileiro 2022 foi publicado nessa sexta-feira (21) e, com ele, as especificações e exigências médicas que os jogadores e jogadoras de futebol brasileiro terão que seguir ao longo da temporada. Uma delas é que, nesse ano, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ira exigir a vacinação completa de todos os jogadores inscritos nos torneios da entidade.

Confira abaixo o trecho do documento que fala sobre o novo requerimento:

Entende-se como vacinação plena o período de 14 dias após a aplicação da segunda dose se utilizada as vacinas de duas doses ou a aplicação da vacina de dose única“.

A partir de agora, o comprovante de vacinação dos atletas será exigido na hora de relacioná-lo para cada partida. Na falta do documento, o portal médico da CBF bloqueia em seu sistema, de maneira imediata, a inscrição deste jogador.

Jorge Pagura, presidente da Comissão Médica da CBF, afirmou durante entrevista ao Globo Esporte, que não é uma decissão política, mas uma maneira de proteger os atletas.

Grande parte das internações hoje são de pessoas que não se vacinaram. A variante ômicron é muito transmissível e os atletas têm que jogar sem máscaras. Então que nós podemos fazer é exigir que todos se vacinem para evitar casos grave“, disse Pagura.

O guia ainda afirma que cada regulamento específico de competições organizadas pela CBF deve incluir a obrigatoriedade da apresentação do comprovante de vacinação. Além disso, a CBF também recomenda que as competições estaduais exijam o comprovante de vacinação em suas competições regionais.

Lodi não  foi convocado para a Seleção da CBF por não ter tomado a vacina

tite seleção brasileira convocaçao
Tite não convocou Lodi, que não se vacinou (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Na última semana, a CBF divulgou os nomes dos convocados para disputar os jogos contra Equador e Paraguai válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Um jogador ficou de fora por não estar com o esquema vacinal completo.

De acordo com Tite, atual técnico da Seleção Brasileira de Futebol masculino, o lateral-esquerdo Renan Lodi, ficou de fora pois não tomou as duas doses da vacina contra Covid-19. Naquele momento,  o presidente da Comissão Médica da CBF, Jorge Pagura, afirmou que “a CBF prioriza aqueles que têm a vacinação completa“. Agora, não é mais questão de prioridade. Sem vacina, sem futebol.

Related posts

Brasil registra 204 mil novos casos de covid em 24h, recorde desde o início da pandemia

Rafael Bruza

Relatório de Renan Calheiros gera briga em grupo de Whatsapp da CPI da Covid

Rafael Bruza

Palmeiras vence Al Ahly e se classifica para final do Mundial

João Baricatti

Leave a Comment