PORTAL DEMOCRACIA
Cultura Manchete Pandemia Saúde

Cantora tcheca morre após pegar Covid propositalmente

Hana Horka cantora antivacina covid vacina

Hana Horka, vocalista do do grupo tcheco Asonance, faleceu no último domingo (16) por conta de complicações relacionadas à Covid-19. O anúncio da sua morte foi feito pela sua família na última segunda-feira (16). O problema é que a cantora era contra contra a vacina. Ela não confiava no imunizante e teve a ideia de se infectar com a doença para obter o passaporte de vacinação. A informação é da RFI.

De acordo com Jan Rek, filho da cantora, em entrevista à rádio pública tcheca iRozhlassua, sua mãe era antivacina. Ele e o pai já estavam completamente imunizados, mas acabaram pegando a doença no final do ano passado. Logo, ela viu nisso a oportunidade de se infectar de propósito.

Ela preferiu viver normalmente conosco e pegar a doença para não ter que se vacinar. É triste que ela quis mais acreditar em estranhos do que em sua própria família“, afirmou Jan Rek durante a entrevista. Em suas redes sociais, Hana Horka, depois de ser infectada, chegou a comemorar a infecção: “Estou muito feliz porque, desta forma, poderei ter uma ‘vida livre’ como os outros, ir ao cinema, tirar férias, ir à sauna, ao teatro“.

Hana Horka covid faleceu cantora
Hana tinha 57 anos (Foto: Reprodução/Facebook/Asonance)

A cantora foi muito elogiada por internautas e amigos que também manifestavam o desejo de se infectar com a doença.

Na última sexta-feira (14), a cantora chegou a fazer um post afirmando estar curada da doença e que estava “emocionada”. Para comemorar, faria uma viagem para a praia. No entanto, segundo seu filho, ela acabou tendo complicações. Depois de voltar de uma caminhada, alegou sentir muitas dores nas costas e, pouco tempo depois, morreu por sufocamento deitada em sua cama.

Em um post de seu Facebook, Jan Rek afirma que a mãe foi vitima de fake news de antivacinas. Ele culpa  o ator Jaroslav Dušek e a bióloga Soňa Peková, alguns dos maiores antivacinas da Tcheca e diz que eles “(tem) sangue em suas mãos”. Hana Horka compartilhava com frequência o post dessas duas figuras.

Minha mãe não foi apenas alvo de uma desinformação total, mas também acreditava em opiniões sobre a imunidade natural e anticorpos que criaria quando pegasse a doença“, disse o jovem.

Jan diz que espera, ao compartilhar o caso da sua mãe, que mais pessoas percebam que o melhor é ouvir os especialistas e tomar a vacina.

Related posts

“Que Deus perdoe ele de todas as maldades que cometeu”, diz filha de Olavo de Carvalho

Rafael Bruza

Citando a Bíblia, jovem chama Bolsonaro de ‘farsa’ no cercadinho (vídeo)

Rafael Bruza

Eleições 2022: Cabo Daciolo desiste da candidatura e declara voto em Ciro

Rafaele Oliveira

Leave a Comment