PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Manchete Videos

Buser: ônibus com viagens irregulares são retidos por agentes da ANTT

buser

No início da tarde desta quarta-feira (12), a jornalista Bruna Pannunzio e outros vários passageiros que adquiriram uma passagem na plataforma Buser acabaram sendo prejudicados, em razão de supostos procedimentos irregulares realizados pela empresa.

No meio da viagem rumo à Uberlândia (MG), funcionários da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) solicitaram a parada do ônibus em que a jornalista estava, que na sequência foi interditado. Uma fiscal da ANTT explicou a situação à jornalista e aos demais passageiros. Segundo ela, o ônibus foi retido por não ter autorização para fazer a viagem. Confira o vídeo:

“Essa viagem aqui é de circuito fechado. Sendo uma viagem de circuito fechado, essa lista de passageiros aqui, o passageiro precisa ir e voltar. Se ele sai de Brasília e vai para São Paulo, deveria retornar de volta à Brasília depois”, explicou a fiscal.

A partir da explicação da fiscal, passageiros contestaram, afirmando que suas passagens eram apenas de ida. Os destinos eram variados. Diante disso, a fiscal disse que esse era exatamente a irregularidade da empresa. Segundo ela, a Buser faz transporte irregular por um preço mais acessível, mas não declara o tipo de transporte correto.

“O ônibus está sendo retido porque ele não tem autorização para fazer essa viagem que vocês compraram. A viagem que vocês compraram se chama Viagem Interestadual Regular de Longa Distância, não Viagem Interestadual de Fretamento. Isso aqui é uma viagem de turismo e não é o que está sendo feito. O que está sendo feito aqui é uma linha”, continuou.

Ônibus da Buser é retido no meio da viagem

De acordo com a fiscal da ANTT, uma viagem de fretamento é eventual, já a viagem “de linha”, não é, uma vez que ela faz viagens todos os dias, deixa passageiros nas seções, como as que operam na Rodoviária de Brasília, para onde todos foram encaminhados em seguida.

buser
Passageiros e motorista aguardam solução do problema envolvendo ônibus da plataforma Buser. | Foto: Bruna Pannunzio

Com apuração exclusiva, a jornalista Bruna Pannunzio denunciou a situação envolvendo a empresa Buser, registrando imagens do ônibus cheio e de outros passageiros que esperavam para embarcar. Segundo a jornalista, em dois dias, essa já é a segunda apreensão de um ônibus da companhia Buser.

“O meu ônibus não era da Buser e sim da Mimo Transporte. Fomos seguindo a viatura da ANTT até o terminal interestadual de Brasília. Paguei outra passagem de uma outra empresa de ônibus e a espera será de 4 horas. No site da Buser há um comunicado sobre o que está acontecendo e engajaram uma campanha chamada #busaolivre”, contou Bruna Pannunzio.

buser
Campanha #BusaoLivre. | Foto: Buser

Em resposta à solicitação de Pannunzio, a Buser prontamente lhe enviou um e-mail, lamentando o transtorno e oferecendo a possibilidade de ressarcir o dinheiro da passagem.

Related posts

Camila Queiroz não faz mais parte do elenco de “Verdades Secretas 2”

João Baricatti

Flávio Bolsonaro critica CPI por seu indiciamento

João Baricatti

Auxílio Brasil: governo afirma que zerou fila do programa

João Baricatti

Leave a Comment