PORTAL DEMOCRACIA
Internacional Manchete

Brasileiros vacinados já podem entrar nos EUA; confira requisitos

estados unidos

Depois de 20 meses de restrições devido à pandemia, os Estados Unidos reabriram as fronteiras terrestres e aéreas para estrangeiros vacinados contra a covid-19. A emissão de vistos para brasileiros também foi retomada. Confira, aqui, quais são os requisitos para a entrada no país.

Estados Unidos reabrem fronteiras, veja o que é necessário para entrar no país

Nesta segunda-feira (08), as fronteiras dos Estados Unidos foram reabertas, depois que as medidas severamente restritivas adotadas pelo ex-presidente Donald Trump foram criticadas pela Europa, México e Canadá. Para entrar no país é necessário:

  • Estar completamente imunizado, ou seja, ter tomado a segunda dose da vacina contra a covid-19 há mais de 15 dias. O mesmo tempo vale para quem tomou a dose única;
  • Apresentar comprovante de vacinação completa;
  • Apresentar teste negativo de covid-19, feito até três dias antes do embarque.
  • Para menores de 18 anos, não há a exigência do comprovante de imunização, apenas do teste negativo de covid-19.
  • Não é necessário fazer quarentena.

Segundo informações da BBC, os Estados Unidos irão aceitar a entrada de pessoas que tomaram vacina de qualquer fabricante aprovado para uso emergencial no país (FDA) ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS), incluindo a CoronaVac, produzida no Brasil pelo instituto Butantan.

Essa é uma boa notícia para quem estava preocupado dos EUA aceitarem apenas a entrada dos que haviam sido vacinados com o imunizante da Pfizer. Além disso, quem tomou as duas doses de imunizantes diferentes também terá o seu acesso liberado.

Vacinas aprovadas para entrar nos Estados Unidos:

  • Pfizer/BioNTech
  • Moderna
  • Janssen (Johnson & Johnson)
  • Oxford/AstraZeneca
  • SinoPharm
  • CoronaVac 

Com a notícia, uma imensa fila de carros se formou no cruzamento da fronteira entre o México e os Estados Unidos. Essa quantidade crescente de visitantes estrangeiros já era esperada após a suspensão das duras restrições que o país mantinha. As companhias aéreas comemoram a notícia e o aumento de reservas já é notável.

estados unidos
Fila de carros no cruzamento da fronteira do México com os Estados Unidos em San Ysidro, Tijuana, em 7 de novembro de 2021. | Foto: Guillermo Arias/AFP

Outra novidade é que, como a obrigatoriedade de visto para os brasileiros segue mantida, os Consulados dos Estados Unidos também retomaram integralmente os serviços de emissão e renovação de vistos para brasileiros. Até então, o visto só era emitido para brasileiros que apresentassem comprovante de emergência, como morte de um membro da família no exterior, tratamento médico ou se o objetivo da viagem era estudar.

Related posts

Cantora tcheca morre após pegar Covid propositalmente

João Baricatti

“Bolsonaro está normalizando Hitler”, diz diretor acadêmico do Instituto Brasil-Israel

Rafael Bruza

Bolsonaro teria confirmado a Valdemar Costa Neto sua filiação ao PL

Rafaele Oliveira

Leave a Comment