PORTAL DEMOCRACIA
Internacional Manchete Política

Bolsonaro reclama da comparação de sua viagem com a de Lula

bolsonaro-reclama-da-comparacao-de-sua-viagem-com-a-de-lula

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ironizou no Qatar nesta quinta-feira (18) as comparações entre sua viagem pelo Oriente Médio com o giro do ex-presidente Lula (PT) na Europa.

“Eu vi na Globo News: ‘Bolsonaro decepciona, Lula é um sucesso’. Ah, pelo amor de Deus”, declarou Bolsonaro antes de embarcar de volta ao Brasil.

O presidente se refere à análise da comentarista da GloboNews Eliane Catanhêde, que sempre foi crítica do Partido dos Trabalhadores, mas nesta quarta-feira (16) avaliou a viagem de Lula como um “sucesso”.

Bolsonaro encerrou sua viagem de seus dias pelo Oriente Médio, que passou por três países – além do Watar, o presidente também esteve nos Emirados Árabes Unidos e no Bahrein. Ele se encontrou com autoridades locais e empresários. Também visitou eventos como a Expo 2020, em Bubai (Emirados Árabes Unidos).

Já Lula teve uma grande agenda na Europa, passando pela Alemanha, onde encontrou o futuro chanceler do país, Olaf Scholz, pela Bálgica, onde foi aplaudido de pé no Parlamento Europeu, e foi recebido com protocolo de chefe de Estado pelo presidente da França Emmanuel Macron – desafeto de Bolsonaro.

Comparando as viagens na GloboNews, Catanhêde avaliou que o tour do ex-presidente Lula foi um “gesto muito bem calculado e de grande sucesso do ex-presidente Lula”.

“A comparação das viagens internacionais do Bolsonaro com essa turnê internacional do Lula… desculpa, mas é acachapante (a diferença)”.

A jornalista também fez críticas à conduta de Bolsonaro em viagens diplomáticas.

“Todos os presidentes brasileiros aproveitam a ida à ONU para conversas importantes bilaterais. O presidente Bolsonaro foi com uma comitiva enorme, ficou comendo pizza na rua, não falou coisa com coisa, foi defender cloroquina e não teve nenhuma conversa bilateral de peso em Nova York. […] Foi para o G20 […] e passou em branco, e sequer foi para a COP26”, disse Catanhêde na GloboNews.

“Já o ex-presidente Lula é o oposto. Numa rápida passagem pela Europa, se comporta como estadista; é recebido no Parlamento Europeu; é aplaudido de pé pelo segmento de esquerda do Parlamento Europeu; é recebido com honras de estadista pelo Macron, que é nada mais, nada menos que o presidente da França, um símbolo da democracia e um parceiro histórico do Brasil; e é recebido pelo futuro da Europa, Olaf Scholz, que é o favorito para substituir a Angela Merkel na Alemanha, que é a nossa maior parceira comercial na Europa”, lembrou

Na análise, a jornalista reforça a diferença entre as vianges de Lula e Bolsonaro.

“É uma diferença acachapante. Lula faz um contraponto direto com Bolsonaro, que é um fiasco em suas investidas internacionais, enquanto o Lula é um sucesso, porque ele é o personagem político mais reconhecido no mundo todo”, afirmou.

Bolsonaro também alfinetou Lula antes de voltar ao Brasil

Na quarta-feira (17), antes de visitar o estádio que vai sediar a final da Copa do Mundo de 2022, Bolsonaro já tinha alfinetado o ex-presidente Lula.

“O Lula tem que andar pelo Brasil”, disse o presidente, sugerindo que o ex-presidente seria criticado nas ruas do país.

Bolsonaro também avaliou que sua viagem pelo Oriente Médio foi altamente positiva.

“Excelente viagem. Conversas excepcionais”, declarou, sem entrar em detalhes sobre o que foi tratado com os líderes árabes.

“O que é reservado é reservado”, disse o presidente.

Bolsonaro também avaliou que a imagem internacional do Brasil é muito boa, e o país vem tendo protagonismo crescente no palco global.

“O Brasil cada vez mais assumiu destaque no mundo. Há um grande interesse em várias áreas, em especial o agronegócio, a necessidade de segurança alimentar”.

Na sequência, porém, Bolsonaro reforçou uma de suas declarações que gerou críticas a ele, durante seu giro pelo Oriente Médio. O presidente afirmou a uma plateia de investidores em Dubai que a Amazônia “não pega fogo” – o que contraria dados obtidos por satélite que constatam crescimento de focos de incêndio na floresta.

“Quero te convidar para ir com um galão de gasolina no coração da floresta Amazônica e ver se pega fogo. Não pega fogo. Vocês [imprensa] continuam batendo na tecla de falar mal do Brasil”, afirmou Bolsonaro.

Related posts

Governo lança programa para incentivar “mineração artesanal” na Amazônia

João Baricatti

Aprovação do Governo Bolsonaro cai para 19%, a menor desde o início do mandato

Rafael Bruza

Polícia faz operação contra milícias no RJ e resgata vítima que seria queimada viva

Rafael Bruza

Leave a Comment