PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Manchete Política São Paulo

Bolsonaro ironiza acidente em SP: “transposição do Tietê”

bolsoaro tiete obra metro

O atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), ironizou esta quarta-feira (2) o acidente que acabou levando ao desabamento de parte da obra da Linha 6 – Laranja do Metrô de São Paulo e à abertura de  uma cratera na Marginal Tietê, que acabou gerando muita complicação na Zona Norte da cidade.

Bolsonaro decidiu fazer a piada citando a obra de transposição do Rio São Francisco, obra do governo federal que tem como objetivo levar água para regiões secas do Nordeste. Segundo Bolsonaro, o que ele viu em São Paulo seria a “transposição do Rio Tietê”.

Semana que vem a gente conclui a transposição do São Francisco. Em São Paulo, eu vi a transposição do Tietê“, afirmou Bolsonaro, durante conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada na manhã desta quarta-feira (02).

Por enquanto o  Palácio dos Bandeirantes ainda não se manifestou a respeito da declaração do presidente.

Bolsonaro estava em São Paulo na última terça-feira (01). Durante a viagem, sobrevoou municípios da região metropolitana atingidos pelas chuvas e se reuniu com prefeitos de seis cidades. Ele estava acompanhado de uma comitiva de ministros.

O acidente também aconteceu nesta terça-feira (1), quando uma galeria de esgoto acabou rompendo e invadindo a obra do Metrô. Por causa do incidente, uma cratera se abriu na marginal Tietê. Não houveram feridos.

Está programado para a próxima quarta-feira (9) uma cerimônia em Jardim de Piranhas (RN), com a presença de Bolsonaro, para a conclusão da obra da transposição do Rio São Francisco. A obra começou em 2007, ainda no governo Lula (PT), mas sofreu com atrasos e só será finalizada agora.

Tatuzão está preso e cheio de esgoto

tatuzão alagado túnel metrô
Tatuzão da Linha 6- Laranja está cheio de esgoto (Foto: Secom/GESP)

O “tatuzão”, equipamento usado para fazer a escavacação do túnel da Linha 6- Laranja do metrô está preso e cheio de esgoto. Isso aconteceu após o acidente na obra do Metrô na manhã desta terça-feira (01). O tatuzão, batizado com o nome de Maria Leopoldina, é operado por mais de 40 pessoas e possui até um refeitório.

Paulo Galli, secretário dos Transportes Metropolitanos, falou sobre a situação do tatuzão: “Obviamente esse tatuzão vai ter que ser todo reformado, já está sendo comprado todo o equipamento, para que a gente possa rapidamente fazer a recomposição do tatuzão para que ele volte a operar.“.

O tatuzão está inundado com a água do esgoto da rede coletora que rompeu e, atualmente, preso no túnel. Ele só vai poder ser devidamente reparado depois da drenagem da água do local, no entanto, não existe previsão para que isso aconteça.

Related posts

Procurador-Geral da República diz que CPI da Covid não apresentou provas das acusações

Rafael Bruza

Candidato de esquerda, Gabriel Boric é eleito presidente do Chile

Rafael Bruza

Champions League: Confira os resultados de hoje! (03/11)

João Baricatti

Leave a Comment