PORTAL DEMOCRACIA
Brasil Manchete Política

Bolsonaro diz que 11 ministros vão sair para disputar as eleições

bolsonaro-tem-suspeita-de-obstrucao-intestinal-e-faz-exames-em-sp

Durante visita a Rondônia nesta quinta-feira (3), o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), disse que está prevista a troca de 11 dos atuais 23 ministros. Esses ministros devem deixar seus cargos nos próximos meses para disputar as próximas eleições, que acontecem em outubro desse ano.

Temos previstos, no momento, 11 ministros que vão disputar eleição. Obviamente que vamos ter ministérios-tampão“, afirmou Bolsonaro na manhã desta quinta-feira (03). Ainda de acordo com Bolsonaro, a “dança das cadeiras” já tem data para acontecer: o último dia de março. “Dia 31 de março, um grande dia, é um pacotão: 11 saem, 11 entram. Da minha parte, vocês só vão saber via ‘Diário Oficial da União‘”, completou o presidente.

Aproveitando que Bolsonaro estava em Rondônia, a pergunta era se existia alguma possibilidade de um desses 11 nomes ser de Rondônia. Ele respondeu: “Eu tenho um profundo apreço pelo (senador Marcos) Rogério (PL). A gente pode conversar, mas nada decidido ainda com ninguém, porque, afinal de contas, para evitar ciumeira“.

Bolsonaro foi questionado sobre questões da geopolítica

Aproveitando que Bolsonaro parecia aberto para perguntas na manhã desta quinta-feira, logo emendaram numa questão do Peru. Em junho do ano passado, quando Pedro Castillo estava para vencer as eleições do Peru e se tornar presidente, Bolsonaro comentou: “Perdemos o Peru”, aludindo ao fato de que o país deixaria de estar nas mãos da direita fujimorista criminosa e corrupta. Agora, Bolsonaro afirma que essa questão está superada.

bolsonaro ministros eleições
Bolsonaro deve trocar 11 ministros no fim de março (Foto: Armando Júnior/Rede Amazônica)

O que acontece: nós queremos uma América do Sul livre, liberdade de expressão, liberdade de imprensa para todos aqui. Logicamente que esse encontro aqui tem a ver com isso, nós podemos só ter boa relação se a democracia imperar de fato no seu país. Tudo superado“, disse Bolsonaro. O presidente deve se reunir com Pedro Castillo nesta tarde.

Bolsonaro está com uma viagem marcada para a Rússia este mês. Existem rumores sobre uma suposta pressão diplomática americana para a viagem não acontecer por conta das tensões entre Rússia e a Ucrânia. Quando questionado sobre isso, o presidente respondeu: “Brasil é Brasil. Rússia é Rússia. Faço um relacionamento com o mundo todo. Assim como se o Joe Biden me convidar, estarei nos Estados Unidos com o maior prazer“.

Related posts

Memorial a Anne Frank é vandalizado por nazistas nos EUA

João Baricatti

PF aponta crime de Bolsonaro no vazamento de informações, mas não o denuncia por conta do foro privilegiado

Rafael Bruza

TSE divulga as perguntas das Forças Armadas sobre o processo eleitoral

João Baricatti

Leave a Comment