PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Política

Bolsonaro condecora Augusto Aras, chefe do único poder que pode denunciá-lo

bolsonaro-condecora-augusto-aras-chefe-do-unico-poder-que-pode-denuncia-lo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) condecorou nesta quarta-feira (08) o procurador-Geral da República, Augusto Aras, com com a medalha da Ordem de Rio Branco, concedida a pessoas “que, pelos seus serviços ou méritos excepcionais, se tenham tornado merecedoras dessa distinção”. A medalha foi entregue ao PGR em cerimônia realizada no Palácio Itamaraty, em Brasília.

Aras comanda a Procuradoria-Geral da República (PGR). Pela legislação atual, a PGR é único poder da República que pode denunciar o presidente no Supremo Tribunal Federal (STF).

Augusto Aras é frequentemente acusado de ser omisso perante condutas de Bolsonaro consideradas criminosas. Neste contexto, críticos do PGR já debateram medidas para reduzir os “superpoderes” do cargo ocupado atualmente por Aras.

O procurador-geral sempre negou que seja omisso em relação a Bolsonaro.

“Não houve em nenhum momento nenhuma omissão do procurador-geral da República”, afirmou Aras à Folha em agosto.

A condecoração de Aras foi criticada nas redes sociais. O professor de Direito da USP, Conrado Hubner, afirmou que Aras se submete à uma “humilhação” ao receber o prêmio.

“Um delinqüente acusado de genocídio e crime contra a humanidade dá uma medalha e é calorosamente abraçado por quem deve investigar crime contra humanidade A humilhação a que Aras se submete é admirável”, afirma o professor. “Aras almejava cadeira no STF Vai ficar com 3 ou 4 medalhinhas concedidas por um acusado de genocídio, alvo de 5 representações no Tribunal penal Internacional e 140 pedidos de impeachment do mesmo presidente que dá seguidas medalhas aos filhos e à esposa”.

Michelle Bolsonaro recebeu a 3ª medalha em 6 meses; aliados também foram condecorados

Além de Aras, também foram condecorados a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, que recebeu a terceira medalha das mãos de seu marido em apenas 6 meses; o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o ministro da Justiça, Anderson Torres, e até o comentarista da Jovem Pan, Alexandre Garcia – que recebeu a insígnia de comendador da Ordem do Rio Branco.

Aprovar ou rejeitar propostas de entrega das medalhas da Ordem de Rio Branco é função do Conselho da Ordem de Rio Branco.

Compõem este conselho o presidente da República (Bolsonaro), o ministro das Relações Exteriores (Carlos França), o ministro-chefe da Casa Civil (Ciro nogueira), o chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (Augusto Heleno), entre outros.

Em outra premiação, Michelle Bolsonaro recebeu em 28 de julho a Medalha do Mérito Oswaldo Cruz na categoria ouro.

A honraria tem função de reconhecer esforços de autoridades e personalidades que, no âmbito das atividades científicas, educacionais, culturais e administrativas relacionadas com a higiene e a saúde pública, tenham contribuído, direta ou indiretamente, para o bem-estar físico e mental da população.

Um mês antes, a primeira-dama já havia recebido a homenagem no grau de Grande-Oficial, o mais baixo dos cinco graus da Ordem do Mérito da Defesa, em comemoração ao 22º aniversário de criação do Ministério da Defesa.

 

Related posts

Avião bimotor com três pessoas cai em Paraty

João Baricatti

Estátua de Bolsonaro acaba no ferro-velho do Detran de Passo Fundo

Rafael Bruza

BBB22: família de Douglas Silva registra ocorrência contra blog racista

Rafaele Oliveira

Leave a Comment