PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Política

Bolsonaristas são ironizados por confundir Maurício Souza com o criador da Turma da Mônica, Mauricio de Sousa

bolsonaristas-sao-ironizados-ao-confundir-mauricio-souza-com-o-criador-da-turma-da-monica-mauricio-de-sousa

A hashtag #SomosTodosMauriciodeSouza se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter na manhã desta sexta-feira (29), entre mensagens de apoio ao jogador de vôlei acusado de homofobia, Maurício Souza, e piadas de internautas críticos do Governo Bolsonaro, que perceberam como bolsonaristas confundiram o atleta com o criador da Turma da Mônica, Mauricio de Sousa.

Internautas pró-Bolsonaro citaram o nome do cartunista por engano na hashtag.

Já internautas críticos da atual gestão do Governo Federal aproveitaram a confusão para alfinetar bolsonaristas e defender a liberdade sexual.

Os  ‘Maurícios’ têm abordagens bem diferentes sobre a homossexualidade

Enquanto o jogador Maurício Souza insiste em manter opiniões preconceituosas em relação a homossexuais, o cartunista, Mauricio de Sousa, tem um filho homossexual e apareceu na imprensa esta semana dizendo que deve lançar em breve uma personagem gayl nos quadrinhos da Turma da Mônica.

“Estamos discutindo com os roteiristas, com o Mauro (filho do cartunista), com o pessoal próximo da gente para que haja um personagem positivo. Em todos os sentidos”, disse o cartunista à BBC Brasil.

Emocionado, Mauricio de Souza relata que recebeu com naturalidade a revelação da sexualidade do filho.

“Ele (Mauro) se abriu comigo. E nos entendemos muito bem, sempre. Com meus filhos eu me entendo sempre muito bem. Esse caso foi meio diferente, mas também foi uma experiência muito interessante e agradável, porque é a porta da vida e da felicidade. Realização também”, disse o cartunista ao contar como foi o momento da conversa com o filho.

Na entrevista, Mauricio também destacou a importância de Mauro na Mauricio de Sousa Produções e disse que o filho “dá um nó no pessoal que já tem mais idade e mais experiência”.

“Eu tomei café uma vez com o Mauro e o marido dele, e abri a janela, né?”, relembra.

O cartunista encerra o assunto dizendo que “não podem haver obstáculos para sensações” e que “todos nós temos o direito de viver o que nos é agradável, necessário e nos faz bem, principalmente, se faz bem para mais de um”.

Maurício Souza defende o Minas e culpa “lacração”

Em vídeo publicado no Instagram, o jogador de vôlei acusado de homofobia, Maurício Souza, voltou às redes sociais para defender o Minas Tênis Clube, após ser demitido na última quarta-feira (27).

O atleta disse que os dirigentes da equipe tentaram mantê-lo no time, mas precisaram ceder à pressão dos patrocinadores, que ameaçaram encerrar o apoio financeiro às equipes.

“O Minas não teve culpa nenhuma disso tudo. A culpa é da turma da lacração fazendo pressão em cima dos patrocinadores. Acarretou de o patrocinador ameaçar tirar o patrocínio do feminino e do masculino. Isso ficou insustentável. O meu diretor, Elói (Oliveira), e o meu presidente, Ricardinho (Santiago), fizeram o máximo para me segurar na equipe. Fizeram o possível e o impossível. Infelizmente, o time não aguentaria perder tantos patrocínios assim. E aí aconteceu o que aconteceu. Mas eles foram homens. São homens de verdade, que eu admiro. A culpa não foi deles”, afirma Maurício no vídeo.

Related posts

Paulo Sousa deve assumir o comando do Flamengo

João Baricatti

Governo de SP começa a aplicar vacina CoronaVac em crianças

João Baricatti

Miss Brasil 2021: Teresa Santos, cearense de 23 anos, é a campeã

Rafaele Oliveira

Leave a Comment