PORTAL DEMOCRACIA
Cultura Manchete

Bohemian Rhapsody: filme do Queen deu prejuízo de quase R$300 milhões

bohemian rhapsody filme

Em 2018, era difícil falar sobre cinema sem falar de Bohemian Rhapsody. Claro, podemos argumentar sobre a qualidade do filme, mas é inegável que foi um momento muito único dentro da cultura do pop. E, até então, o filme era considerado um grande sucesso, visto que arrecadou $903 milhões de dólares nas bilheterias mundiais, mas um novo relatório de contabilidade da 20th Century Fox indica o contrário.

Segundo reportagem do Hollywood Reporter, Bohemian Rhapsody consta no relatório como um prejuízo de $51 milhões de dólares, quase R$ 300 milhões de reais. O filme contava com um orçamento modesto de apenas $ 55 milhões de dólares (valor relativamente pequeno para um filme desse tamanho) e por isso era considerado um sucesso. Uma das pessoas que não confia exatamente nessa informação é Anthony McCarten, roteirista do filme, que entrou com um processo contra os produtores do filme, alegando quebra de contrato e solicitando uma revisão contábil supervisionada pela corte de Los Angeles.

Bohemian Rhapsody registrou $51 milhões de dólares de prejuízo (Foto: Reprodução/20th Century Studio)

De acordo com McCarten, ele tinha um acordo com os integrantes vivos da banda de receber 5% do lucro do filme, produzido pela Graham King’s Films (GK Films), mas ele nunca chegou a receber o dinheiro. O processo iniciado ontem (17), em Los Angeles, quer que o estúdio abra a contabilidade do filme para o pagamento possa ser feito.

Se a GK Films tem uma definição padrão sobre os lucros de Bohemian Rhapsody, McCarten deseja receber o benefício de acordo com essa definição“, afirma o processo. “E se, como meu cliente suspeita, a GK Films nunca teve uma definição padrão sobre os lucros, então ele deseja receber o equivalente a 5% de toda e qualquer quantia que a GK Films tenha feito no filme

Bohemian Rhapsody (2018)

No filme, vencedor de 4 prêmios Oscar (Melhor Montagem, Melhor Edição de Som, Melhor Mixagem de Som e Melhor Ator), acompanhamos Freddie Mercury, Brian May, Roger Taylor e John Deacon durante o começo da formação do Queen, uma das maiores bandas da história. Vemos os primeiros shows, as primeiras gravações e as primeiras brigas, enquanto os integrantes aprendem que ter uma banda é quase como ter uma segunda família. Tudo isso culmina na icônica apresentação do Live Aid, que marcou pra sempre a história da música.

Bohemian Rhapsody está disponível no Star+.

Related posts

Policial que agrediu biomédica participa de nova prisão arbitrária em MG

Rafael Bruza

Rogério Carvalho, Henrique Neves e Bruno Salles no Despertador

Bruna Pannunzio

Carlos Bolsonaro cobra STF e Twitter sobre postagem de José de Abreu

Rafaele Oliveira

Leave a Comment