PORTAL DEMOCRACIA
Manchete Pandemia Saúde

Anvisa aprova primeira marca de autoteste no Brasil

autoteste

Foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta quinta-feira (17), a primeira marca de autotestes do Brasil. O produto foi nomeado de “Novel Coronavírus Autoteste Antígeno” e será fabricado pela CPMH Comércio e Indústria de Produtos Médicos-Hospitalares e Odontológicos. O autoteste é um teste de Covid-19 que pode ser aplicado por pessoas “leigas” sem a necessidade de um profissional para a aplicação.

O teste aprovado funcionará a partir da coleta por meio de bastão (swab) que deve ser inserido no nariz para a coleta do material. O resultado deve sair em, aproximadamente, 15 minutos. Além de aprovar o produto, a Anvisa divulgou um documento com diversas recomendações e orientações para a aplicação correta do teste. Esse documento pode ser acessado no site da Anvisa ou através desse link.

Anvisa também divulgou orientações para realizar os testes

Segundo a Anvisa, o autoteste deve ser realizado entre o 1º e o 7º dia do início dos sintomas, ou 5 dias depois de contato com uma pessoa infectada com Covid-19. Mesmo o teste indicando negativo, ele não é válido como diagnóstico, como documento para viagens ou para licença do trabalho, sendo usado mais como ferramenta de controle e triagem.

autoteste ministério da saúde covid anvisa
Anvisa aprovou primeira marca de autotestes do Brasil (Imagem: Getty Images/iStockphoto)

Além das orientações já concedidas pela Anvisa no documento, CPMH disponibilizou um canal de atendimento ao cliente para dúvidas e esclarecimentos. O contato deve ser por meio do telefone 0800 940 8883.

Taxa de positivos de Covid no Rio cai pra 6,8%

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio de Janeiro, a taxa de positivos do RJ atingiu 6,8%, o menor patamar do ano de 2022. Para comparação, durante o pico de transmissão da Ômicron, entre os dias 11 e 21 de janeiro, a taxa chegou a 43,6%.

A taxa representa que, a cada 100 testes feitos no Rio de Janeiro, aproximadamente, apenas 7 dão positivo.

Além disse, a SMS do RJ informou que ocorreu uma expressiva queda na procura por testes rápidos de antígeno nas unidades de atenção primária e nos centros de atendimento e testagem. Segundo a SMS, em certo momento o número de testes rápidos realizados por dia no RJ chegou em 100 mil, mas, no momento, apenas 6 mil são feitos por dia.

Related posts

Salah, do Liverpool, não dedicou gol a Bolsonaro

João Baricatti

Alessandro Molon, Pedro Pontual e Luiz Pacheco debatem Pec do Precatórios e outros assuntos no Despertador

Bruna Pannunzio

Damares Alves reclama por cobrança de posicionamento no caso Moïse

João Baricatti

Leave a Comment