PORTAL DEMOCRACIA
Despertador Manchete

Alessandro Vieira, Cláudio Fonteles, Michel Gherman e Leonel Radde no Despertaor

Foto ilustrativa para a matéria

Em destaque, o encerramento da CPI da Covid,  a nova etapa pós-cpi que será encaminhada para diversos órgãos como para a Câmara dos Deputados, Superior Tribunal de Justiça (STJ), Ministério Público Federal (MPF), Tribunal de Contas da União (TCU), Procuradoria – Geral da República (PGR), entre outros.  Além disso, o procurador – geral Augusto Aras já ter recebido o relatório final da CPI.

Na pauta, além dos próximos passos do cenário pós-cpi e como seguirão as investigações, os indiciamentos e crimes cometidos pelo Bolsonaro. O professor e coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Judaicos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o vereador e policial anti-fascista Leonel Radde, comentarão sobre a onda de grupos nazistas e as manifestações fascista que estão acontecendo no Brasil.

Quadro de entrevistados do Despertador dessa quinta-feira (28)

8h: Michel Gherman

8h30: Leonel Radde

9h: Alessandro Vieira

9h30: Cláudio Fonteles

 

Onda nazista estimulado por Bolsonaro no Brasil

Michel Gherman alega que Bolsonaro tirou os nazistas do armário. Ele relaciona pontos interligados entre o governo Bolsonaro e o Nazismo. Um exemplo é que, tanto no governo atual como no nazismo, se invertem os valores e atacam à democracia. O Bolsonaro estimulou o ódio em suas lives e entrevistas e constantemente além de priorizar a economia acima de tudo, ao invés dos valores da sociedade.

Nazistas ameaçam o vereador Leonel Radde de morte

Leonel Radde denunciará as manifestações fascistas e nazistas que tem presenciado no sul do país. Além disso, o estão ameaçando de morte. A extrema-direita gaúcha está tentando cassar seu mandato de vereador e nesse meio tempo, registrou um pedido de CPI, para investigar a invasão de um grupo fascista na Câmara dos Vereadores de Porto Alegre.

Brasil no cenário pós-cpi da covid

 

O Senador Alessandro Vieira explicará que a cpi da covid acabou. Agora, se inicia a cobrança e fiscalização em cima de outros agente públicos como a PGR e o MPF para dar andamento aos indiciamentos do relatório final da CPI. Para Alessando, a expectativa é que a gravidade dos fatos fazerem com que os órgãos  se movimentem mais rápido.

Agora, teremos que ver como o Augusto Aras vai proceder com o relatório e esperar para ver se o procurador – geral vai dar andamentos as denúncias dos crimes do Bolsonaro. Nesse meio tempo, afirma que o relatória tem provas suficientes e fortes o bastante dos crimes. Por último, comentará sobre o pedido polêmico de indicar o senador Heinze e depois ter retirado o pedido.

 

Como será que Aras vai conduzir o relatório final da cpi da covid?

O ex procurador- geral Cláudio Fonteles, a princípio fará uma análise da condução do atual procurador-geral, Augusto Aras. Segundo a senadora Simone Tebet, a atitude de Aras foi firme e impressionou ao receber o relatório final. Assim, agora a Procuradoria Geral da República (PGR) poderá avançar na apuração. O Congresso se mobilizará para cobrar e fazer força-tarefa para responsabilizar Bolsonaro.

Related posts

Teorias da Conspiração I: Teori Zavascki, acidente ou assassinato?

Fabio Pannunzio

Caso boate Kiss: após quase 9 anos da tragédia, réus vão a julgamento

Rafaele Oliveira

Após manter detentos nus em pátio de presídio de MG, diretor-geral é afastado do cargo

Rafael Bruza

Leave a Comment